Notícias

Alvo mais uma vez: PF investiga Lula por antena próxima a sítio em Atibaia

Mais um inquérito para investigar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi aberto pela Polícia Federal (PF) do Paraná. Desta vez, o foco é a antena de celular da empresa de telefonia Oi instalada nas proximidades do sítio em Atibaia, no interior de São Paulo, frequentado pelo petista e sua família. De acordo com policiais envolvidos no caso, o objetivo das investigações é apurar as relações entre Lula, a Oi e a Andrade Gutierrez.

2 de outubro de 2016

Brasília (DF) – Mais um inquérito para investigar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi aberto pela Polícia Federal (PF) do Paraná. Desta vez, o foco é a antena de celular da empresa de telefonia Oi instalada nas proximidades do sítio em Atibaia, no interior de São Paulo, frequentado pelo petista e sua família. As informações são do jornal Folha de S. Paulo deste domingo (2).

De acordo com policiais envolvidos no caso, o objetivo das investigações é apurar as relações entre Lula, a Oi e a Andrade Gutierrez. A empreiteira era uma das controladoras da empresa de telefonia na época em que foi feita a negociação para instalar a antena, em 2010.

Além disso, a PF vai investigar também se o equipamento foi uma contrapartida de algum favorecimento que o ex-presidente possa ter proporcionado a essas companhias.

Em fevereiro, a Folha revelou que o ex-sindicalista José Zunga Alves de Lima, amigo de Lula, foi o responsável por conseguir a instalação da antena no terreno próximo ao sítio. O equipamento passou a funcionar em setembro de 2011.

Segundo a reportagem, Zunga fez as gestões internas na Oi para que a antena fosse colocada como um “presente” para o petista. Na empresa de telefonia, o pedido foi conduzido pelo então diretor João de Deus Pinheiro Macedo e teve aval de Otávio Marques de Azevedo, presidente da AG Telecom, uma das controladoras da Oi e parte da Andrade Gutierrez.

Engenheiros estimam o gasto de R$ 1 milhão para instalá-la e fazê-la funcionar. O equipamento fica a 150 metros da propriedade rural.

Clique aqui para ler a íntegra da matéria.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2doTQqj