Notícias

Denúncia acusa Fernando Pimentel de suposto recebimento de propina na época em que era ministro do governo de Dilma Rousseff.

Assembleia de Minas recebe denúncia contra Fernando Pimentel

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais recebeu, na segunda-feira (24), a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o governador do estado, Fernando Pimentel (PT). Enviada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), a denúncia acusa o petista pelo suposto recebimento de propina na época em que era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, no primeiro mandato da ex-presidente Dilma Rousseff. As informações são de matéria do jornal Valor Econômico.

Assembleia de Minas recebe denúncia contra Fernando Pimentel

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais recebeu, na segunda-feira (24), a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o governador do estado, Fernando Pimentel (PT). Enviada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), a denúncia acusa o petista pelo suposto recebimento de propina na época em que era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, no primeiro mandato da ex-presidente Dilma Rousseff. As informações são de matéria do jornal Valor Econômico.

Com o recebimento da denúncia, os deputados estaduais de Minas deverão decidir, por meio de votação, se autorizam ou não a abertura do processo contra o governador. O documento enviado pelo STJ pede que o assunto seja decidido pela Assembleia em um prazo de 30 dias. A reportagem do Valor destaca que, apesar disso, ainda não existe uma previsão sobre a data de votação.

“O rito processual desta matéria no Legislativo mineiro ainda será aprovado pela Mesa da Assembleia e Colégio de Líderes”, destacou, por meio de nota, a assessoria de imprensa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Pimentel pode ser afastado do cargo caso os deputados mineiros decidam que a denúncia deva ser acatada. O petista é acusado de ter recebido R$ 20 milhões em propina da montadora Caoa em troca de benefícios fiscais.

Clique aqui para ler a matéria do Valor.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2eyvBaW