Notícias

Propostas foram apresentadas pelo governador do Paraná, Beto Richa (PSDB) ao ministro da Educação, Mendonça Filho, e sua equipe técnica.

Beto Richa leva sugestões da população para a reforma do ensino médio

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), e a secretária de Educação do estado, Ana Seres, se reuniram, nesta terça-feira (18), em Brasília, com o ministro da Educação, Mendonça Filho, e sua equipe técnica. No encontro, o governador entregou ao ministro um relatório de audiências regionais, promovidas em todo o estado do Paraná com a participação de cerca de 16 mil pessoas, entre estudantes, pais e professores, em que a comunidade escolar faz sugestões para aprimorar a proposta do governo federal de reforma do ensino médio, instituída pela Medida Provisória 746, de 2016.

Beto Richa leva sugestões da população para a reforma do ensino médio

18 de outubro de 2016

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), e a secretária de Educação do estado, Ana Seres, se reuniram, nesta terça-feira (18), em Brasília, com o ministro da Educação, Mendonça Filho, e sua equipe técnica. No encontro, o governador entregou ao ministro um relatório de audiências regionais, promovidas em todo o estado do Paraná com a participação de cerca de 16 mil pessoas, entre estudantes, pais e professores, em que a comunidade escolar faz sugestões para aprimorar a proposta do governo federal de reforma do ensino médio, instituída pela Medida Provisória 746, de 2016.

Beto Richa explicou que o objetivo do governo do estado é abrir um canal de comunicação com os estudantes do estado, de forma a não prejudicar os alunos que estão sem aulas devido às ocupações nas escolas. Os protestos são contra a reforma instituída pela MP.

“Fizemos as audiências regionais em todo o estado do Paraná para chamar a comunidade escolar, não só os alunos, mas os professores, pais e mães de alunos para um debate, e ver quais são as propostas que eles sugerem para melhorar esta proposta do governo federal, para chegar em um aprimoramento. Ninguém nega que é necessária uma modernização do ensino médio no país, em função dos resultados que o Brasil apresenta, pífios na qualidade do nosso ensino, em relação ao ranking mundial”, disse.

O governador destacou que países vizinhos, como os da América Latina, têm crescido e se desenvolvido por meio do investimento na educação e modernização do ensino, e o Brasil não pode ficar para trás. Por isso, o Paraná decidiu propor um debate aberto com a comunidade escolar e com o Ministério da Educação (MEC), para discutir a reforma do ensino médio de forma democrática e transparente.

“Trouxemos ao ministro o resultado dessas audiências regionais que foram promovidas, com a participação de mais de 15 mil alunos, não apenas nas audiências em si, mas também através da internet, onde puderam apresentar as suas sugestões”, afirmou.

“A nossa intenção é que ela seja aprimorada. O próprio ministro disse que tem uma série de emendas já no Congresso Nacional, visando algumas mudanças, o aperfeiçoamento dessa proposta. Acho que isso é válido. Uma discussão o mais ampla possível para que possamos chegar em um denominador comum, aprimorarmos e ajustarmos essa proposta aos reais interesses do nosso país na busca de um ensino de qualidade, e que todos possam participar dessa mudança”, acrescentou Richa.

O objetivo da Secretaria de Educação paranaense é que as aulas possam retornar em todo o estado o mais rápido possível. Para isso, além de conversar com os alunos, o estado tem procurado o diálogo com os professores. A secretária de Educação, Ana Seres, ressaltou que o Paraná foi o único estado do Brasil que ofereceu um reajuste de 10,67% a todo o funcionalismo em 2016.

“A situação da crise econômica e política está instaurada em todo o nosso país, e no nosso estado não é diferente. O nosso estado foi o único que concedeu o reajuste no ano de 2016. Então agora, nós estamos com uma proposta de pagar os avanços, as promoções e as progressões, e aguardar o momento propício para se implantar o reajuste da data-base”, explicou a secretária.

Para o governador, o caminho para o crescimento e o desenvolvimento do Paraná e de todo o Brasil passa pela educação.

“Nós temos que pensar no bem do país, deixar a politicagem de lado, a demagogia de lado, e realmente todos se somarem, ainda mais em um momento de crise. Nós precisamos rapidamente reencontrar o caminho do desenvolvimento, da geração e da preservação de empregos, e nada melhor que seja através da educação. A educação transforma a sociedade, a educação ajuda a construir uma nação melhor com pessoas com melhor formação”, completou Beto Richa.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2ei2PsI