Notícias

Campanha em Porto Alegre será da mudança ou do retrocesso, diz o tucano Nelson Marchezan

Candidato do PSDB à Prefeitura de Porto Alegre, o deputado federal Nelson Marchezan Júnior afirmou, nesta quarta-feira (28), que não se apresenta como um voto anti-petista, mas reconheceu o apoio recebido de eleitores contrários ao retorno do PT ao poder na capital gaúcha, onde ficaram por 16 anos, e o voto dos cidadãos que não querem a manutenção da gestão atual. O tucano disputa uma vaga no segundo turno, contra Sebastião Melo (PMDB), Raul Pont (PT) e Luciana Genro (PSOL).

29 de setembro de 2016

Brasília (DF) – Candidato do PSDB à Prefeitura de Porto Alegre, o deputado federal Nelson Marchezan Júnior afirmou, nesta quarta-feira (28), que não se apresenta como um voto anti-petista, mas reconheceu o apoio recebido de eleitores contrários ao retorno do PT ao poder na capital gaúcha, onde ficaram por 16 anos, e o voto dos cidadãos que não querem a manutenção da gestão atual. O tucano disputa uma vaga no segundo turno, contra Sebastião Melo (PMDB), Raul Pont (PT) e Luciana Genro (PSOL).

As informações são de reportagem desta quarta-feira (28) do jornal O Globo. Em campanha na chamada Esquina Democrática, no centro de Porto Alegre, Marchezan ressaltou que essa “não é uma campanha do PSDB: é de mudança ou de retrocesso”.

O tucano destacou ao jornal que não pretende nacionalizar ou “ideologizar” a candidatura. “Não estamos vinculados a estilos tradicionais de campanha. As pessoas querem saber o que dá para melhorar. Não sou anti-PT, não estou fazendo uma campanha contra ninguém. O voto, talvez pela primeira vez em Porto Alegre, está sendo menos ideologizado e mais racional”, disse.

Leia AQUI a íntegra da matéria do jornal O Globo.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2cG3BlV