Notícias

Candidato do PSDB à prefeitura de Santa Maria propõe avanços na saúde e segurança pública

O candidato do PSDB à prefeitura de Santa Maria (RS), deputado estadual Jorge Pozzobom, chega ao segundo turno com expectativas de retomar o desenvolvimento econômico da cidade. O tucano, que ficou em segundo lugar no primeiro turno das eleições por uma diferença de apenas 709 votos, elencou entre as principais propostas para governar o município, caso seja eleito no próximo dia 30, melhorias na saúde, um plano municipal de segurança pública e a recuperação da geração de emprego e renda.

20 de outubro de 2016

O candidato do PSDB à prefeitura de Santa Maria (RS), deputado estadual Jorge Pozzobom, chega ao segundo turno com expectativas de retomar o desenvolvimento econômico da cidade. O tucano, que ficou em segundo lugar no primeiro turno das eleições por uma diferença de apenas 709 votos, elencou entre as principais propostas para governar o município, caso seja eleito no próximo dia 30, melhorias na saúde, um plano municipal de segurança pública e a recuperação da geração de emprego e renda.

Para o tucano, esses três eixos darão as diretrizes de todo o governo, proporcionando uma melhor qualidade de vida à população. “Precisamos de educação, desenvolvimento, melhor geração de serviço, cultura, turismo. Se não tivermos esses três pilares bem ajeitados, não conseguiremos avançar no resto”, explicou.

Na saúde, o candidato propõe a criação do projeto “Mutirão Fila Zero”, com o objetivo de contratar médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem para zerar em um ano todas as pendências nos postos de saúde da região.

“A saúde é a prioridade da prioridade. Essa é a primeira medida. Depois, vamos fazer a recuperação física dos postos e informatizá-los. Se zerarmos o que está pendente, conseguiremos organizar tudo que está entrando. As pessoas entenderam porque sabiam que era uma proposta que dá para fazer”, afirmou.

Para a questão da Segurança pública, Pozzobom explicou que montará um Plano Municipal para a área que será elaborado por todos os órgãos de segurança com a colaboração do município.

“Um exemplo é a questão da iluminação pública, que é competência do prefeito. A Guarda Municipal não faz segurança, mas colabora. Outra proposta é fortalecer o Centro de Monitoramento da Brigada Militar. Vamos fazer funcionar essas câmeras de segurança para entregar tudo com espelhamento para a Brigada Militar”, ressaltou.

Além disso, o candidato declarou que pretende criar o Fundo Municipal da Segurança Pública para fortalecer a Guarda Municipal. Segundo ele, esse fundo terá duas fontes de captação de dinheiro: pública e privada. “Quando tiver que comprar algo imediato com dinheiro não precisa fazer tomada de preços e nem nada, posso comprar de maneira imediata. São alternativas que vamos buscar e a prefeitura pode fazer, pode colaborar”, completou.

Em relação ao desenvolvimento econômico, o tucano citou a criação do “Poupa Tempo” de Santa Maria, um espaço para que bombeiros e prefeitura possam trabalhar juntos, dando agilidade na emissão dos alvarás dos pequenos empreendedores que precisam trabalhar e enfrentam uma grande burocracia.

“É importante que nesse desenvolvimento econômico a gente consiga gerar emprego e renda. Isso é essencial para o crescimento da nossa cidade. Se atendermos essas três áreas prioritárias, vamos conseguir melhorar a qualidade de vida das pessoas na educação, no turismo, segurança. Sem segurança, nada existe. Então, é uma série de fatores que se interligam”, disse.

Expectativas e desafios

O candidato destaca a força do PSDB no estado. Segundo ele, a sigla nunca perdeu uma eleição em Santa Maria e no Rio Grande do Sul. As expectativas, na avaliação dele, são boas, apesar do cenário difícil que enfrenta com o adversário, Valdeci Oliveira (PT).

“A disputa está muito acirrada. O PT perdeu todas as eleições aqui no estado e está despejando todo o recurso financeiro do fundo partidário em Santa Maria. Já o PSDB é um partido que orgulha a todos nós”, apontou.

O tucano afirmou ainda que a busca de recursos do governo federal para poder executar as propostas na região está entre os compromissos nessa reta final do segundo turno, a pouco mais de 10 dias do resultado final. “Outro item do nosso programa é o equilíbrio financeiro das contas do município para poder honrar integralmente o pagamento dos salários dos servidores. Nós vamos pagar todos em dia, sem parcelamentos”, concluiu.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dt1gqh