Notícias

Candidato à Prefeitura do Rio, Carlos Osorio vai priorizar Educação e Saneamento

Em segundo lugar nas intenções de voto para a prefeitura do Rio, de acordo com a última pesquisa Datafolha, o candidato Carlos Osorio (PSDB) possui um amplo programa de governo para gerir a capital fluminense. Entre as diversas propostas do tucano, as áreas de Educação e Saneamento básico serão prioritárias, caso seja eleito na disputa municipal. Com o maior crescimento de popularidade entre seus adversários, Osorio afirma que, apesar dos desafios, a melhoria do ensino e a criação de um grande programa de saneamento serão fundamentais para o avanço da cidade.

30 de setembro de 2016

Em segundo lugar nas intenções de voto para a prefeitura do Rio, de acordo com a última pesquisa Datafolha, o candidato Carlos Osorio (PSDB) possui um amplo programa de governo para gerir a capital fluminense. Entre as diversas propostas do tucano, as áreas de Educação e Saneamento básico serão prioritárias, caso seja eleito na disputa municipal. Com o maior crescimento de popularidade entre seus adversários, Osorio afirma que, apesar dos desafios, a melhoria do ensino e a criação de um grande programa de saneamento serão fundamentais para o avanço da cidade.

Além do desenvolvimento do ensino em toda a rede, o projeto do candidato para a Educação também foca na universalização das vagas em creches e pré-escolas. “Para avançar nessa área, onde hoje temos quase 85 mil crianças fora da sala de aula, investiremos na rede conveniada, para dar mais qualidade ao serviço e aumentar o número de vagas. Também incentivaremos novos convênios. Por outro lado, a prefeitura investirá, ainda, na ampliação da sua rede própria, trazendo para o Rio modelos bem sucedidos como o implantado em Belo Horizonte”, explicou.

Segundo o tucano, os desafios na área são “enormes” e o objetivo é ampliar a rede da prefeitura, fazendo parcerias com as creches que já existem nas comunidades e qualificando a rede conveniada para garantir oportunidade a todos.

“Nas escolas, atuaremos na recuperação da rede existente, valorizando e capacitando os profissionais de educação, garantindo formação continuada e novo plano de cargos e salários. Vamos modernizar as escolas, ampliar o ensino em tempo integral e trazer tecnologia, esporte e cultura para o ambiente escolar”, completou.

Capacitação

Ainda sobre a capacitação dos docentes, Osorio reafirmou o compromisso com o investimento na formação continuada dos professores, assim como a reavaliação do Plano de Cargos e Salários do magistério municipal.

“Investiremos firmemente em tecnologia, cultura e educação física para, além de qualificar ainda mais a rede, manter o aluno motivado, com vontade de frequentar a escola. Outra meta é implementar, gradativamente, o reforço escolar para os alunos que ficarem abaixo da média, ao fim de cada bimestre”, disse.

Saneamento

Outra proposta do candidato do PSDB é a criação de um grande programa de saneamento por meio de parcerias público-privadas, começando por 25 comunidades da capital fluminense. A prefeitura ficará responsável pelas obras de infraestrutura e o parceiro privado por operar o sistema. Osorio criticou a falta de atenção ao tema, que será uma prioridade na sua administração.

“O político tradicional não cuida do saneamento porque é uma obra que não aparece, fica embaixo da terra. Vamos investir R$ 600 milhões para levar dignidade a mais de 400 mil moradores. Saneamento é um direito. E vamos fazer”, afirmou.

O tucano também chamou atenção para o fato de que apenas 30% do esgoto no Rio é tratado. De acordo com a medida proposta pelo candidato, em quatro anos, serão R$ 3 bilhões de investimentos e mais de 40 comunidades beneficiadas.

“Saneamento é geração de empregos, é saúde, é sustentabilidade. E, principalmente, dignidade. Os recursos existem, basta ter vontade para mudar. Se não resolvermos o problema do saneamento, não conseguiremos entrar, verdadeiramente, no século XXI”, concluiu.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dx9Vxr