Notícias

Candidato tucano à prefeitura de Porto Velho propõe melhorias no saneamento básico, iluminação pública e produção agrícola

Entre os diversos projetos presentes no plano de governo do candidato do PSDB à prefeitura de Porto Velho (RO), Hildon Chaves, a melhoria do saneamento básico, a revitalização da iluminação pública e a implantação de um amplo programa de produção agrícola serão as prioridades de sua gestão, caso vença as eleições do próximo dia dois de outubro. Com mais de 20 anos de experiência como promotor de Justiça, o tucano concorre a prefeito pela primeira vez e promete buscar, por meio de parcerias público privadas (PPPs), o desenvolvimento e a redução dos índices de criminalidade da capital.

22 de setembro de 2016

Entre os diversos projetos presentes no plano de governo do candidato do PSDB à prefeitura de Porto Velho (RO), Hildon Chaves, a melhoria do saneamento básico, a revitalização da iluminação pública e a implantação de um amplo programa de produção agrícola serão as prioridades de sua gestão, caso vença as eleições do próximo dia dois de outubro. Com mais de 20 anos de experiência como promotor de Justiça, o tucano concorre a prefeito pela primeira vez e promete buscar, por meio de parcerias público privadas (PPPs), o desenvolvimento e a redução dos índices de criminalidade da capital.

O candidato explica que o histórico problema da falta de redes de coleta e tratamento de esgoto em Porto Velho faz da cidade a capital brasileira com menor índice de cobertura de saneamento básico. De acordo com Chaves, a criação de uma PPP resolveria de forma definitiva essa questão.

“No município, menos de 2% do esgoto é tratado e pouco mais de 40% da população recebe água tratada em casa. É um problema histórico, que se arrasta há décadas. Nossa proposta é que, por meio de uma parceria público-privada, uma empresa seja contratada para solucionar esses problemas, com estações de tratamento, rede de distribuição de água potável de modo contínuo e rede de esgotamento de águas pluviais que vão acabar com as enchentes”, afirmou.

O candidato também chamou atenção para o fato de a falta de saneamento básico fazer com que a cidade tenha um dos maiores índices de mortalidade infantil entre as capitais brasileiras. “Em 2013, morreram 208 crianças de zero a cinco anos, 70% delas por causas evitáveis. A imensa maioria dessas causas são doenças associadas à falta de tratamento do saneamento básico, água potável. Por conta desse atraso, precisamos resolver definitivamente essa questão de forma a levar 100% de água tratada à nossa cidade no médio prazo”, explicou.

Iluminação pública

Outra proposta do plano de governo do tucano é a de implantar uma PPP para resolver a falta de iluminação pública em Porto Velho, principalmente nos bairros mais afastados da região central e nos 13 distritos da capital. Segundo ele, o atual modelo de execução e manutenção do serviço, feito de forma direta pela prefeitura, só interessa a quem tem interesse em corrupção.

“O grande atrativo são as compras de postes, cabos, lâmpadas, entre outros. São compras onde a corrupção entra e o dinheiro do povo que vive às escuras é desviado. Então, essa PPP vai ter como efeito positivo a diminuição do índice de criminalidade”, ressaltou.

O candidato também citou que, com a implementação das PPPs, o serviço oferecido será muito mais confiável e com tecnologia mais avançada, tanto na sede do município quanto em todos os distritos, já que taxa de iluminação é uma receita segura que pode atrair o capital privado para financiar seus investimentos. “Com poste ou sem poste, com lâmpadas ou sem, de uma forma ou de outra o contribuinte já paga a iluminação pública que vem embutida na conta de luz”, observou.

Agronegócio

Outro ponto do plano de governo do candidato é a implantação de um amplo programa de produção agrícola com compra garantida para fornecimento para a Central de Abastecimento. Entre as prioridades, estão a criação de um novo mercado municipal na cidade, uma rede de sacolões e varejões e o redimensionamento da operação das feiras livres.

“Porto Velho é um município que tem mais de 34 mil quilômetros quadrados de área. É preciso fomentar o agronegócio. O prefeito não só pode como deve buscar solucionar isso, articulando com os órgãos responsáveis a fim de darmos suporte para essa área”, reiterou.

Expectativa

Para Chaves, as propostas de sua coligação estão sendo muito difundidas e bem avaliadas pela população, o que tem tornado as expectativas para as eleições muito boas. “Há uma receptividade muito grande do eleitorado. O discurso do desenvolvimento econômico, da geração de emprego e da industrialização do estado está tendo uma aceitação muito boa. Minha expectativa é a melhor possível. Há uma busca por mudança e acho que, por eu nunca ter sido candidato e por estarmos vivendo um momento de mudança política e econômica, a perspectiva é boa”, completou.

Segundo ele, além de estar sendo muito bem avaliado para as eleições, o PSDB está dando a oportunidade para candidatos que, assim como ele, nunca atuaram na política. “Meu nome é um nome novo. Fui promotor de Justiça por 21 anos. Aceitei o desafio de encarar essa eleição pelo PSDB com a proposta inovadora de ter uma administração séria, com honestidade, alguém que assuma o controle no sentido de reorganizar a prefeitura”, disse.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2d0JQBz