Notícias

No Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, Mara Gabrilli lança cartilha Calçada Cidadã

A deputada federal Mara Gabrilli (PSDB-SP) lança neste sábado (3), Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, uma versão atualizada da Cartilha Calçada Cidadã. O material, originalmente publicado em 2010, foi reescrito de acordo com a Lei Brasileira de Inclusão (LBI) – projeto do qual a tucana foi relatora e autora do texto substitutivo aprovado na Câmara e no Senado Federal.

A deputada federal Mara Gabrilli (PSDB-SP) lança neste sábado (3), Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, uma versão atualizada da Cartilha Calçada Cidadã. O material, originalmente publicado em 2010, foi reescrito de acordo com a Lei Brasileira de Inclusão (LBI) – projeto do qual a tucana foi relatora e autora do texto substitutivo aprovado na Câmara e no Senado Federal.

Segundo Mara, a ideia da cartilha Calçada Cidadã é informar e trazer dicas aos gestores de todo o Brasil sobre como fazer a reforma ideal nas calçadas de sua cidade. “Uma boa calçada é garantia de um direito fundamental de todos nós: ir e vir. Um direito que começa na porta da nossa casa: na calçada”, garante.

De acordo com a parlamentar, a LBI trouxe um novo olhar sobre a reforma e manutenção do passeio público de todo o Brasil. “Fizemos uma alteração no Estatuto das Cidades, transferindo ao poder público a responsabilidade pela gestão das calçadas. Ou seja, agora reformar calçada é um processo a ser liderado pelas prefeituras, e não mais pelos munícipes”, afirma a deputada.

Outra novidade da LBI é a previsão de que o gestor que descumprir os requisitos de acessibilidade poderá ser punido até mesmo pelo crime de improbidade administrativa, correndo o risco de perder o mandato. A nova versão do material traz também ilustrações sobre os modelos de calçamento ideal, mostrando como padronizar o passeio, os tipos de pisos que podem ser utilizados e como tornar 100% acessível a calçada para qualquer pedestre: pessoas com e sem deficiência, idosos, obesos, mães com carrinhos de bebê e até mesmo mulheres de salto alto.

A Cartilha da Calçada Cidadã também informa aos gestores os modelos possíveis para o financiamento dessas reformas, trazendo soluções viáveis para o bolso e orçamento municipal de qualquer Prefeitura. Segundo dados do IBGE (2010), no Brasil, cerca de 30% das viagens cotidianas são realizadas a pé, principalmente em função do alto custo do transporte público. Com calçada acessível as pessoas poderiam andar muito mais, diminuindo o trânsito e ainda melhorando a saúde.

A cartilha da Calçada Cidadã já está disponível para download no nosso site. Basta acessar www.maragabrilli.com.br/publicacoes.

cartilha-mara-gabrilli-295x300

*Da assessoria

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2h5jDDS