Notícias

Doria vai criar pastas para PPPs e ampliar acesso à internet em São Paulo

Eleito no primeiro turno à Prefeitura de São Paulo, o tucano João Doria pretende criar duas pastas, uma voltada às parcerias público-privadas (PPPs) e outra com o objetivo de digitalizar os serviços públicos e ampliar o acesso à internet. Segundo reportagem publicada nesta quinta-feira (6) pelo jornal Folha de S. Paulo, a primeira pasta deverá ser comandada por um nome do mercado, podendo ser estruturada como agência ou empresa municipal.

6 de outubro de 2016

Brasília (DF) – Eleito no primeiro turno à Prefeitura de São Paulo, o tucano João Doria pretende criar duas pastas, uma voltada às parcerias público-privadas (PPPs) e outra com o objetivo de digitalizar os serviços públicos e ampliar o acesso à internet. Segundo reportagem publicada nesta quinta-feira (6) pelo jornal Folha de S. Paulo, a primeira pasta deverá ser comandada por um nome do mercado, podendo ser estruturada como agência ou empresa municipal.

Durante a campanha, algumas das propostas de Doria incluíam a privatização de equipamentos como o Anhembi e o autódromo de Interlagos, a concessão do Pacaembu, cemitérios e parques à iniciativa privada, além da promoção de PPPs na administração de mercados e terminais de ônibus.

Já a pasta de internet seria comandada pelo vereador eleito Daniel Annenberg (PSDB). A proposta é criar um cadastro unificado do cidadão com informações de diversos órgãos públicos. O programa, apelidado de “Cidade Digital”, também levaria wi-fi a todas as praças e parques da cidade, além de escolas, paradas de ônibus, estações de trem e metrô.

Ainda assim, a ideia de João Doria continua sendo a de reduzir o número total de secretarias da Prefeitura, das atuais 27, sob a gestão do petista Fernando Haddad, para cerca de 20.

Leia AQUI a íntegra da reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dAuKoY