Notícias

Eleito em Jundiaí, Luiz Fernando Machado anuncia novos secretários e corta três pastas

Prefeito eleito de Jundiaí (SP), o tucano Luiz Fernando Machado anunciou, nesta quarta-feira (21), os nomes dos 16 novos secretários que farão parte de sua gestão em 2017. Três pastas também serão cortadas, passando das atuais 19 para 16. De acordo com o tucano, as secretarias serão divididas em sete áreas, as chamadas “plataformas de serviços”, e terão que cumprir metas e resultados, assim como na iniciativa privada.

Brasília (DF) – Prefeito eleito de Jundiaí (SP), o tucano Luiz Fernando Machado anunciou, nesta quarta-feira (21), os nomes dos 16 novos secretários que farão parte de sua gestão em 2017. Três pastas também serão cortadas, passando das atuais 19 para 16. De acordo com o tucano, as secretarias serão divididas em sete áreas, as chamadas “plataformas de serviços”, e terão que cumprir metas e resultados, assim como na iniciativa privada.

“A gestão pública em Jundiaí se assemelha muito à gestão privada. Os nossos gestores farão acordos de resultados, terão metas a cumprir e responsabilidade de entrega para o nosso cidadão”, destacou Luiz Fernando Machado. As informações são de reportagem publicada nesta quinta-feira (22) pelo portal de notícias G1.

Dados levantados pela equipe de transição do novo prefeito apontaram uma previsão de saldo negativo de no mínimo R$ 120 milhões para 2017. Os pagamentos em atraso da prefeitura também estão estimados em R$ 37 milhões. Para tentar equilibrar as contas do município, Luiz Fernando anunciou medidas como a redução de 10% no valor gasto com cargos comissionados e a extinção do gabinete do prefeito. De acordo com a nova gestão, a economia anual deverá ser de R$ 14 milhões.

Novo secretário de Governo e Finanças de Jundiaí, José Antônio Parimoschi afirmou o compromisso de reorganizar os recursos da cidade.

“O ajuste fiscal só tem dois jeitos de fazer. Um é você aumentando imposto e isso está descartado. O outro é você controlando a despesa. Quando você tem um sinal que a economia vai crescer menos do que você projetou para o orçamento, você precisa adequar o seu gasto com o tamanho da sua arrecadação. E nós temos o compromisso de reorganizar a cidade e colocá-la no rumo do desenvolvimento novamente”, disse.

Já o novo secretário de Saúde, Vagner Vilela, também apontou o gerenciamento dos recursos como um dos desafios para o setor em 2017. “A dificuldade é o grande rombo financeiro na saúde. Os prestadores de serviços, como de exames e fornecedores de materiais, estão com os pagamentos atrasados há quatro meses, no mínimo. Os funcionários também não podem ficar sem receber”, ressaltou.

Veja quem são os novos secretários de Jundiaí:

PLATAFORMA FINANÇAS, GOVERNANÇA E TRANSPARÊNCIA
– Governo e Finanças: José Antônio Parimoschi
– Negócios Jurídicos e Cidadania: Fernando de Souza
– Casa Civil: Gustavo Maryssael
– Administração e Gestão de Pessoas: Clóvis Galvão
– Inovação e Relação com o cidadão: Thiago Maia

PLATAFORMA DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
– Planejamento, Meio Ambiente e Infra-Instrutura: Sinésio Scarabello
– Serviços Municipais: Adilson Rosa

PLATAFORMA INCLUSÃO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL
– Assistência e Desenvolvimento Social: Nadia Taffarello
– Fundo Social de Solidariedade: Vanessa Machado

PLATAFORMA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA
– Esporte: Luiz Trientini
– Saúde: Vagner Vilela

PLATAFORMA CULTURA E EDUCAÇÃO
– Cultura: Vasti Ferrari
– Educação: Oswaldo Fernandes

PLATAFORMA SEGURANÇA MUNICIPAL E PROTEÇÃO DO CIDADÃO
– Segurança Municipal: Paulo Giacomelli Stel

PLATAFORMA DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E EMPREGO
– Desenvolvimento Econômico e Turismo: Messias Mercadante
– Agricultura e Abastecimento: Eduardo Alvarez
– Mobilidade e Transporte: Silvestre Ribeiro

Leia AQUI a íntegra da reportagem do portal G1.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2hXbiDY