Notícias

FHC afirma que denúncia contra Lula é “assunto de Justiça” e que manobra pró-Dilma contrariou Constituição

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo publicada neste domingo (25), que as denúncias envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva são um assunto para a Justiça e que, por isso, não quer “jogar pedra” no petista. “Ele vive um momento delicado, e não acho que corresponda a mim, que fui presidente e o conheço de outras épocas, agravar. Isso, agora, é a Justiça quem vai ter que decidir. Não quero jogar pedra no Lula”, disse FHC.

25 de setembro de 2016

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo publicada neste domingo (25), que as denúncias envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva são um assunto para a Justiça e que, por isso, não quer “jogar pedra” no petista.

“Ele vive um momento delicado, e não acho que corresponda a mim, que fui presidente e o conheço de outras épocas, agravar. Isso, agora, é a Justiça quem vai ter que decidir. Não quero jogar pedra no Lula”, disse FHC.

Na entrevista, o presidente de honra do PSDB também falou sobre o impeachment de Dilma Rousseff, criticando o fatiamento do julgamento, que resultou na manutenção dos direitos políticos da ex-presidente. Para o tucano, a manobra foi “visivelmente contra a Constituição”.

“Não sei como o Supremo vai descalçar essa bota. [Acho que] Não vai. Vai dizer que é soberania do Senado. Mas o ministro do Supremo [Ricardo Lewandowski] não teve nem o cuidado de submeter ao Congresso a questão. O que é isso? É um pouco do espírito de conciliação brasileiro. Um ‘jeitinho’”, comentou.

Clique aqui para ler a entrevista completa de FHC à Folha de S. Paulo.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dlSS1k