Notícias

Para o deputado federal Izalci Lucas (PSDB-DF), mesmo com a reformulação do PT, será muito difícil ao partido reconquistar a população após 13 anos desgoverno.

Izalci: PT é símbolo da corrupção, incompetência e irresponsabilidade

Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo desta quinta-feira (3), o ex-governador petista do Rio Grande do Sul Tarso Genro afirmou que o PT perdeu a importância política com o resultado das eleições municipais deste ano. Com suas principais estrelas no centro dos escândalos da Operação Lava Jato e o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, o partido sofreu a maior derrocada de sua história e elegeu apenas 254 dos 980 petistas que disputaram as eleições este ano.

Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo desta quinta-feira (3), o ex-governador petista do Rio Grande do Sul Tarso Genro afirmou que o PT perdeu a importância política com o resultado das eleições municipais deste ano. Com suas principais estrelas no centro dos escândalos da Operação Lava Jato e o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, o partido sofreu a maior derrocada de sua história e elegeu apenas 254 dos 980 petistas que disputaram as eleições este ano. Em contrapartida à vitória do PSDB nas urnas, a sigla encolheu quase 60% em relação a 2012, perdendo tradicionais redutos como o ABCD paulista e estados das regiões do Norte e Nordeste, além de eleger apenas um prefeito em capital: Rio Branco, no Acre.

Para o deputado federal Izalci Lucas (PSDB-DF), mesmo com a reformulação do PT, será muito difícil ao partido reconquistar a população brasileira após 13 anos de desgoverno e com as suas principais lideranças acusadas ou já presas por corrupção. “Acho que o PT perdeu muito a credibilidade e vai ter que modificar o comportamento dos integrantes e sinalizar uma mudança radical, porque hoje o PT é símbolo da corrupção, da incompetência e da irresponsabilidade. Primeiro, eles vão ter que se reformular internamente, não só a direção, mas também toda programação para depois tentar mudar a visão da população, mas acho muito difícil fazer essa mudança, os brasileiros estão desacreditados. O povo está cansado de discurso, não adianta dizer que mudou, e isso leva tempo”, avaliou o parlamentar.

Ideólogo da tese de refundação do PT, Tarso Genro defendeu durante a entrevista ao Estadão uma reformulação profunda do partido, que passaria pela mudança na hegemonia interna e autocrítica radical para não perder ainda mais filiados e militantes. Izalci acredita que a provável prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que já responde por três crimes na Operação Lava Jato, afetará ainda mais a imagem do PT no país. “Até porquê o Lula representa a imagem do PT e ele na prisão compromete ainda mais a imagem do partido. Não basta somente mudar o discurso”, disse o deputado.

Clique aqui para ler a íntegra da matéria.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2f18A0J