Notícias

Jaboatão dos Guararapes recebe universitárias dos Estados Unidos para estudos sobre políticas públicas para mulheres

Desde junho, estudantes de mestrado da Universidade da Colúmbia, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, estão em intercâmbio em Jaboatão dos Guararapes, observando o recorte desenvolvido no município em relação às políticas de raça e gênero. O objetivo das atividades das estudantes é que elas desenvolvam um relatório contando experiências que tiveram nos Brasil, sobre as perspectivas das ações realizadas pelas políticas públicas da cidade, especificamente da Secretaria Executiva da Mulher.

15 de julho de 2016

Desde junho, estudantes de mestrado da Universidade da Colúmbia, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, estão em intercâmbio em Jaboatão dos Guararapes, observando o recorte desenvolvido no município em relação às políticas de raça e gênero. O objetivo das atividades das estudantes é que elas desenvolvam um relatório contando experiências que tiveram nos Brasil, sobre as perspectivas das ações realizadas pelas políticas públicas da cidade, especificamente da Secretaria Executiva da Mulher.

As pesquisadoras, Victoria Gaytam e Kirsten Kierulf, ambas 30 anos, já passaram pela Secretaria de Educação, Planejamento, Saúde, Direitos Humanos, e agora estão desenvolvendo trabalhos junto à Secretaria Executiva da Mulher, onde é o foco principal de estudo das universitárias.

Para Victoria, formada em Administração e Comércio Exterior, é uma experiência de grande valor que ela tem tido fora de seu país. “O nosso interesse não é apenas fazer um relatório, mas contribuir de forma mais concreta com a Secretaria. Não estamos apenas observando o trabalho desenvolvido, mas desenvolvendo exercícios aqui dentro, de acordo com a necessidade da repartição”, explicou.

Kirsten, médica, está fazendo sua especialização em Saúde Pública e Política de Gênero e conta a surpresa em ver como os trabalhos são desenvolvidos pela gestão. “Estou realmente admirada com tantas iniciativas que a cidade tem desenvolvidas aqui, principalmente as sociais, com foco na mulher, em especial, e o que o município consegue fazer. São ações grandes com alguns recursos limitados, e isso é impressionante”, afirmou.

Uma das ações que chamou atenção das estudantes é o serviço Patrulha Maria da Penha, que desenvolve ações pelos bairros no combate à violência contra mulher. “Nunca tinha ouvido falar da Patrulha Maria da Penha, vi que Jaboatão é pioneira nessa ação, e acho que outros países deveriam adotar medidas como estas também. E o mais interessante é que esse conhecimento não vai ficar só aqui, levaremos para a Colúmbia toda essa nova experiência”, disse Victoria.

Para a secretária Executiva da Mulher, Ana Selma dos Santos, é um ganho para Jaboatão a parceria que envia universitárias de outros países para realizar estudos aqui no município. “Posso dizer que é uma relação de parceria entre o município e a Universidade, além de ser uma grande oportunidade de divulgar os trabalhos que realizamos aqui. Apontando feitos maiores e até trocas de experiências com as estudantes, que levarão conhecimento adquirido aqui para seu país”, afirmou Ana Selma.

*Do portal da prefeitura de Jaboatão dos Guararapes

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/29OwsnZ