Notícias

João Doria anuncia cinco novos secretários em São Paulo

Prefeito eleito de São Paulo, o tucano João Doria apresentou, nesta quinta-feira (27), os titulares de cinco das 22 secretarias municipais que farão parte de seu governo a partir de janeiro de 2017. Os outros nomes deverão ser anunciados nas próximas semanas. “Até 30 de novembro nossa equipe estará composta. O objetivo é que durante os 30 dias do mês de dezembro nós possamos ter a integração setorial, entre o governo que começa e o que se conclui, secretário com secretário”, afirmou Doria.

Brasília (DF) – Prefeito eleito de São Paulo, o tucano João Doria apresentou, nesta quinta-feira (27), os titulares de cinco das 22 secretarias municipais que farão parte de seu governo a partir de janeiro de 2017. Os outros nomes deverão ser anunciados nas próximas semanas. “Até 30 de novembro nossa equipe estará composta. O objetivo é que durante os 30 dias do mês de dezembro nós possamos ter a integração setorial, entre o governo que começa e o que se conclui, secretário com secretário”, afirmou Doria.

O coordenador de transição do governo, ex-deputado federal Júlio Semeghini (PSDB), foi escolhido como o novo secretário de Governo. O vice-prefeito eleito Bruno Covas (PSDB) ficará responsável pelas Prefeituras Regionais, antiga pasta de Subprefeituras. Na Saúde, o titular será Wilson Pollara, atual secretário-adjunto de saúde do governo estadual. Cid Torquato vai chefiar a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, e o advogado Anderson Pomini será o novo secretário de Negócios Jurídicos.

Segundo reportagem publicada nesta quinta-feira (27) pelo jornal Folha de S. Paulo, até 30 de novembro também serão escolhidos os prefeitos regionais, hoje chamados de subprefeitos. O objetivo de Doria é realizar, no dia 3 de dezembro, um seminário de gestão com todos os secretários e prefeitos regionais.

“Será no World Trade Center, às 7h30. Aliás, esse será o horário de todas as nossas reuniões. Para o pessoal entender que São Paulo é uma cidade que vai amanhecer trabalhando”, destacou.

O tucano disse ainda que fará uma gestão priorizando os resultados. Segundo ele, “acabou a moleza”. “Vamos fazer um modelo de gestão privada. Sou um gestor e é exatamente isso que vamos fazer na Prefeitura de São Paulo, quebrar paradigmas. Não estamos preocupados com as tradições, estamos preocupados com a eficiência”, completou Doria.

Leia AQUI a íntegra da reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2fdIwBj