Notícias

Prefeito eleito de SP, João Doria (PSDB), estuda a possibilidade de criar tarifas diferenciadas para subsidiar o enterramento da fiação elétrica.

João Doria vai estimular enterramento da fiação elétrica em SP

Para solucionar um problema recorrente enfrentado pelos paulistanos, o prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), estuda a possibilidade de criar tarifas diferenciadas para subsidiar o enterramento da fiação elétrica em bairros da cidade em que a ação é mais urgente, em operação conjunta com a Eletropaulo (empresa responsável pela distribuição de energia elétrica no município).

João Doria vai estimular enterramento da fiação elétrica em SP

Para solucionar um problema recorrente enfrentado pelos paulistanos, o prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), estuda a possibilidade de criar tarifas diferenciadas para subsidiar o enterramento da fiação elétrica em bairros da cidade em que a ação é mais urgente, em operação conjunta com a Eletropaulo (empresa responsável pela distribuição de energia elétrica no município).

Como informa matéria publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, o tucano realizou, nesta quarta-feira (16), uma reunião com representantes da Secretaria de Estado de Recursos Hídricos, da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) e a Eletropaulo para discutir a proposta, que tem como principal objetivo reduzir os impactos causados por chuvas e enchentes na rede elétrica da cidade.

“Estamos encontrando soluções alternativas, inteligentes, para o encerramento da rede em etapas”, destacou Doria, segundo a reportagem do Estadão. O jornal ainda destaca que o debate sobre a medida ainda deveria ser levado a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), para uma possível regulamentação.

O diretor comercial da Eletropaulo, Artur Tavares, também falou sobre a necessidade de enterramento da fiação elétrica na cidade. “É de interesse da empresa fazer o enterramento dos fios, mas temos de fazer o reconhecimento tarifário deste investimento. Vamos buscar o alinhamento a nível federal, estadual e municipal”, salientou. De acordo com estimativas da empresa, o soterramento dos fios elétricos pode custar até R$ 10 milhões por quilômetro.

Clique aqui para ler a matéria do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2eMWutj