Notícias

Eleições 2016: João Leite defende três eixos principais para governar BH: Cidade Cuidadora, Cidade Transparente e Cidade Dinâmica

João Leite defende mais saúde, transparência e geração de emprego

Em entrevista ao vivo, nesta segunda-feira (24), no MGTV 2ª edição, o candidato do PSDB à Prefeitura de Belo Horizonte, João Leite, afirmou que pretende governar a capital mineira por meio de três programas: Cidade Cuidadora, Cidade Transparente e Cidade Dinâmica. Entre as propostas previstas, estão a inserção de 17 mil crianças em creches, a universalização do Programa Saúde da Família e a verificação e divulgação de cada centavo gasto pela prefeitura para a população.

João Leite defende mais saúde, transparência e geração de emprego

Brasília (DF) – Em entrevista ao vivo, nesta segunda-feira (24), no MGTV 2ª edição, o candidato do PSDB à Prefeitura de Belo Horizonte, João Leite, afirmou que pretende governar a capital mineira por meio de três programas: Cidade Cuidadora, Cidade Transparente e Cidade Dinâmica. Entre as propostas previstas, estão a inserção de 17 mil crianças em creches, a universalização do Programa Saúde da Família e a verificação e divulgação de cada centavo gasto pela prefeitura para a população.

“O que eu quero neste segundo turno, e desejava isso, era continuar mostrando as propostas, aquelas propostas do nosso programa de governo. Dos três eixos que são a Cidade Cuidadora, a Cidade Dinâmica, gerando mais empregos em Belo Horizonte, e a Cidade Transparente”, disse.

O tucano explicou que o programa Cidade Cuidadora propõe atenção especial a eixos como educação, saúde, com o tratamento para dependentes químicos, e segurança, com aumento da prevenção de crimes graças ao maior treinamento e qualificação da Guarda Municipal.

“A Cidade Cuidadora propõe termos um novo olhar em relação à saúde, uma saúde individualizada, universalização do Programa de Saúde da Família, contratarmos exames especializados, consultas especializadas. Nós vamos colocar 17 mil crianças, que estão fora da creche hoje, nas creches. E vamos trazer a segurança para Belo Horizonte, com prevenção – e aí é com um programa chamado Se Liga, um programa de vilas olímpicas nas vilas”, garantiu.

“A Cidade Dinâmica é a geração de emprego. Vamos fazer um grande centro de convenções em Belo Horizonte para resgatar aquela vocação de Belo Horizonte de turismo de negócio. E, por fim, a Cidade Transparente. Nós vamos ter um controlador, com controle em todas as secretarias, todas as obras, todos os contratos. Vou colar no portal de transparência da Prefeitura de Belo Horizonte para que todos conheçam cada centavo que é gasto em Belo Horizonte”, acrescentou.

O candidato do PSDB destacou que espera administrar a cidade construindo uma grande aliança com todo o povo belo-horizontino. “E com a experiência que eu adquiri durante tantos anos, como vereador, gestor municipal, gestor estadual. É muito tempo de estrada. Nós construímos uma proposta para Belo Horizonte que mudará a situação de Belo Horizonte. E eu quero fazer isso junto com toda a cidade, junto com todos os setores, com o empresariado, com o servidor público, que precisa cada vez estar mais entusiasmado, valorizado”, ressaltou.

João Leite também criticou a estratégia de campanha de seu adversário no segundo turno, Alexandre Kalil (PHS), que recorre à ataques pessoais ao tucano e seus aliados, ao invés de apresentar propostas para a capital.

“Essa era a minha vontade, mas fui surpreendido com um marketing violento. Eu venho acompanhando, ele [Kalil] colocou R$ 2,2 milhões na campanha dele e veio com o marketing agressivo querendo destruir inclusive reputações como a do senador Aécio [Neves, presidente nacional do PSDB], do senador [Antonio] Anastasia, que nem candidatos são, e isso é uma covardia, não têm como se defender. Gente que fez muito pela cidade de Belo Horizonte e por Minas Gerais”, completou.

Leia AQUI a íntegra da entrevista de João Leite ao portal G1.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2eClHaf