Notícias

Lindbergh Faria (PT-RJ) contratou Eva Chiavon para o seu gabinete no Senado. Eva foi a sucessora de Jaques Wagner na Casa Civil.

Cargos a aliados: Lindbergh contrata ex-chefe da Casa Civil de Dilma

O uso de cargos públicos para beneficiar aliados partidários, prática comum nos governos do PT, continua sendo praticada pelos parlamentares do partido em prol de correligionários. O líder da minoria no Senado, o petista Lindbergh Faria (RJ), contratou Eva Chiavon para seu gabinete. Eva foi a sucessora de Jaques Wagner na Casa Civil da Presidência da República quando ele deixou o cargo vago para o ex-presidente Lula assumir, numa tentativa da ex-presidente Dilma Rousseff de blindar o petista das acusações na Lava Jato.

Cargos a aliados: Lindbergh (PT) contrata ex-chefe da Casa Civil de Dilma
21 de outubro de 2016

O uso de cargos públicos para beneficiar aliados partidários, prática comum nos governos do PT, continua sendo praticada pelos parlamentares do partido em prol de correligionários. O líder da minoria no Senado, o petista Lindbergh Faria (RJ), contratou Eva Chiavon para seu gabinete. Eva foi a sucessora de Jaques Wagner na Casa Civil da Presidência da República quando ele deixou o cargo vago para o ex-presidente Lula assumir, numa tentativa da ex-presidente Dilma Rousseff de blindar o petista das acusações na Lava Jato.

Segundo coluna publicada nesta sexta-feira (21) pelo Estadão, antes de Eva, Lindbergh já havia nomeado para a liderança o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência no primeiro mandato de Dilma, Gilberto Carvalho. O petista foi interlocutor do governo Lula junto aos movimentos sociais e braço direito do petista nos seus dois primeiros mandatos na Presidência, quanto foi chefe de gabinete do Palácio do Planalto.

Citado na Lava Jato, Lindbergh faz parte da tropa de choque da presidente afastada no processo de impeachment junto às senadoras Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Gleisi Hoffmann (PT-PR), mencionada na Operação Custo Brasil, na qual seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, chegou a ser preso.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dVpRop