Notícias

“Mato Grosso foi o estado onde o PSDB mais cresceu”, avalia o governador Pedro Taques

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), destacou a força do partido nas urnas do estado nessas eleições municipais. Apesar do candidato tucano Wilson Santos não ter sido eleito para a Prefeitura de Cuiabá no segundo turno, o PSDB elegeu 40 prefeitos no estado. “A avaliação que fazemos dessa eleição é a mais positiva possível, tanto que o presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves, disse que Mato Grosso foi o Estado onde o PSDB mais cresceu”, ressaltou.

Brasília (DF) – O governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), destacou a força do partido nas urnas do estado nessas eleições municipais. Apesar do candidato tucano Wilson Santos não ter sido eleito para a Prefeitura de Cuiabá no segundo turno, o PSDB elegeu 40 prefeitos no estado. “A avaliação que fazemos dessa eleição é a mais positiva possível, tanto que o presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves, disse que Mato Grosso foi o Estado onde o PSDB mais cresceu”, ressaltou.

“Quando eu entrei no PSDB, o partido tinha dois prefeitos. Com minha entrada, passamos a 18 e agora estamos com 40”, afirmou. “Isso mostra nossa força no estado”.

As informações são de reportagem publicada pelo portal Mídia News. O governador tucano reiterou que respeita a escolha dos eleitores de Cuiabá, e lembrou que os ex-governadores Blairo Maggi (PP) e Silval Barbosa (PMDB) não conseguiram eleger os candidatos que apoiaram nos últimos pleitos – em 2004, 2008 e 2012.

“Os últimos governadores de Mato Grosso, todos, não fizeram o prefeito da capital. Maggi não fez os dois prefeitos, em Cuiabá, Silval também não. Isso não é sangria desatada”, disse. “O cidadão é que escolhe, não é o governador. O governador tem um voto. O cidadão escolheu Emanuel Pinheiro (PMDB), temos que respeitar. Eu seria o último a não respeitar isso”, completou.

Leia AQUI a íntegra da reportagem do portal Mídia News.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2fh8oIl