Notícias

MEC desmente ataques do PT e libera verba extra para o Ciência sem Fronteiras

Em resposta às especulações e ataques do PT de que o governo estaria cortando bolsas no exterior por falta de recursos, o Ministério da Educação (MEC) tomou uma atitude. Na última semana, a pasta anunciou a liberação de R$ 568,3 milhões extra- orçamentários para o pagamento de bolsas de pós-graduação da agência federal Capes. Para o programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras, haverá especialmente um aporte de R$ 136 milhões. A medida beneficiará 7,9 mil bolsistas.

10 de julho de 2016

Em resposta às especulações e ataques do PT de que o governo estaria cortando bolsas no exterior por falta de recursos, o Ministério da Educação (MEC) tomou uma atitude. Na última semana, a pasta anunciou a liberação de R$ 568,3 milhões extra- orçamentários para o pagamento de bolsas de pós-graduação da agência federal Capes.

Para o programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras, haverá especialmente um aporte de R$ 136 milhões. A medida beneficiará 7,9 mil bolsistas. As informações são de matéria publicada neste domingo (10) pelo jornal Folha de S. Paulo.

O Ciência sem Fronteiras receberá um incremento de cerca de 20% no orçamento anual do programa. Atualmente, ele dispõe de R$ 1,8 bilhão para garantir a continuidade dos bolsistas.

Até hoje, 92.880 bolsas de pesquisa em universidades do exterior foram implementadas e 14.437 estão vigentes.

A Capes afirma que não houve cortes e que, de 715 pedidos recebidos para renovação da concessão de bolsa de doutorado pleno no exterior, 22 foram negados por “questões de baixa qualidade”. De acordo com a agência, a atual gestão já liberou, em menos de dois meses, mais de R$ 1 bilhão para bolsas no exterior e no Brasil.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/29HRLY7