Notícias

“Minha Casa, Minha Vida” é um programa de Estado, não de governo, diz Bruno Araújo

Durante a entrega de 2.304 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) na Região Administrativa do Paranoá, no Distrito Federal, nesta sexta-feira (1º), o ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), ressaltou que o Minha Casa, Minha Vida é hoje um programa de Estado, não de governo. “Esta é uma decisão da sociedade brasileira de entregar de forma constante esse sonho aos milhões de brasileiros que precisam participar desse momento que os senhores vivem hoje”, disse.

1 de julho de 2016

Durante a entrega de 2.304 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) na Região Administrativa do Paranoá, no Distrito Federal, nesta sexta-feira (1º), o ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), ressaltou que o Minha Casa, Minha Vida é hoje um programa de Estado, não de governo.

“Esta é uma decisão da sociedade brasileira de entregar de forma constante esse sonho aos milhões de brasileiros que precisam participar desse momento que os senhores vivem hoje”, disse.

As unidades habitacionais entregues nesta sexta fazem parte da última fase de um empreendimento com construção total de 6.240 unidades e com investimento de R$ 405,6 milhões. As famílias beneficiadas serão atendidas por oito escolas, três postos de saúde e dois postos de segurança pública – além de uma área de lazer bem ampla, com 06 parques infantis, 27 centros comunitários, 02 quadras de esportes, 27 churrasqueiras e 1 ciclovia.

“Esse empreendimento é um dos mais importantes do Brasil, são praticamente 9.500 pessoas conquistadas com investimentos que totalizam entre recursos do povo brasileiro, recursos da população do GDF. São quase meio bilhão de Reais de investimentos, cuidem desse patrimônio que é um sonho que se realiza”, pediu o ministro.

Otimista, o ministro Bruno Araújo disse acreditar que, ao longo do governo do presidente em exercício, Michel Temer, “a sociedade vai ter a clareza que essa transição foi realizada na medida certa para entregar o Brasil com condições de, em 2018, eleger o seu novo líder, tendo a responsabilidade de um governo que nos conduza até lá”.

No Distrito Federal, o MCMV já investiu R$ 3,82 bilhões para a contratação de 51.322 unidades habitacionais. No Brasil, o programa já contratou mais de 4,3 milhões de moradias e entregou 2,8 milhões com investimento de R$ 306 bilhões.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/29joejD