Notícias

4 de outubro de 2016

Ministro Serra afirma que EUA, Vaticano e Cuba podem ajudar Venezuela a superar crise política

O ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB), afirmou, nesta segunda-feira (3), em Assunção, que o Vaticano, os Estados Unidos e Cuba podem intermediar uma ajuda à crise política enfrentada pela Venezuela. O chanceler acompanhou o presidente Michel Temer em visita ao Paraguai, onde foi realizada uma reunião entre a comitiva brasileira e o presidente paraguaio, Horacio Cartes.

4 de outubro de 2016

O ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB), afirmou, nesta segunda-feira (3), em Assunção, que o Vaticano, os Estados Unidos e Cuba podem intermediar uma ajuda à crise política enfrentada pela Venezuela. O chanceler acompanhou o presidente Michel Temer em visita ao Paraguai, onde foi realizada uma reunião entre a comitiva brasileira e o presidente paraguaio, Horacio Cartes. As informações são de matéria do jornal Folha de S. Paulo.

“Eu espero que agora, se o Vaticano for fazer alguma intermediação, mais EUA e Cuba, que [isso] pode ajudar nesse processo. Talvez a gente tenha uma saída, porque tem que ter uma saída”, destacou o tucano.

De acordo com a reportagem da Folha, o governo venezuelano já pediu o apoio do Vaticano, mas a participação de Estados Unidos e Cuba ainda não havia sido mencionada.

“[A Venezuela] é um país que está se desintegrando, [tem] presos políticos, faltam 95% dos medicamentos, [há] desabastecimento de alimentos. Ninguém quer que a Venezuela continue nesse processo”, disse o chanceler.

Além de Serra e Temer, a comitiva brasileira foi composta pelos ministros Raul Jungmann (Defesa), Alexandre de Moraes (Justiça), Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional) e Marcos Pereira (Desenvolvimento, Indústria e Comércio). Eles retornaram ao Brasil na noite de segunda-feira, após visitarem Argentina e Paraguai.

Clique aqui para ler a matéria da Folha.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dGFKPn