Notícias

No Jornal do Almoço, Marchezan mostra como vai trazer um novo tempo a Porto Alegre

Marchezan participou nesta sexta-feira (23) da série de entrevistas do Jornal do Almoço com os candidatos à prefeitura de Porto Alegre. Sabatinado pelos apresentadores Cristina Ranzolin e Tulio Milman, Marchezan indicou quais são suas propostas para trazer um novo tempo à capital gaúcha e mostrou que é possível fazer muito mais com transparência e atitude, utilizando estruturas já existentes na cidade e respeitando a população.

23 de setembro de 2016

Marchezan participou nesta sexta-feira (23) da série de entrevistas do Jornal do Almoço com os candidatos à prefeitura de Porto Alegre. Sabatinado pelos apresentadores Cristina Ranzolin e Tulio Milman, Marchezan indicou quais são suas propostas para trazer um novo tempo à capital gaúcha e mostrou que é possível fazer muito mais com transparência e atitude, utilizando estruturas já existentes na cidade e respeitando a população.

Um dos maiores enfoques de sua campanha, a segurança, protagonizou grande parte dos dez minutos disponíveis ao candidato para expor suas ideias. Marchezan reforçou uma proposta que já vem sendo mencionada desde o início da corrida eleitoral: a necessidade de promover o cercamento eletrônico de Porto Alegre. Margeada por mais de 70 quilômetros pelo Guaíba, a capital gaúcha tem uma quantidade reduzida de entradas e saídas, que precisam ser monitoradas por câmeras inteligentes, integradas ao sistemas de pardais, que hoje em dia servem apenas para multar o cidadão, ao invés de funcionarem como um instrumento para promover a segurança e coibir crimes, como o roubo de carros. “Os pardais poderiam fiscalizar todos os carros roubados”, afirmou Marchezan, lembrando ainda que metade dos roubos de veículos no Rio Grande do Sul ocorrem na capital.

Outra proposta enfatizada pelo candidato da coligação Porto Alegre Pra Frente (PSDB-PP-PMB-PTC), de grande impacto para os moradores da capital gaúcha, é a abertura de oito postos de saúde até as 22:00, evitando que as pessoas precisem recorrer a hospitais e garantindo que sejam atendidas com mais rapidez e eficiência.

Marchezan mostrou, acima de tudo, que o caminho para trazer um novo tempo a Porto Alegre passa pela transparência. É preciso que os porto-alegrenses saibam como a prefeitura emprega o dinheiro público, para que, desse modo, ela possa discutir as prioridades com a sociedade. Segundo o candidato, é possível atingir esse objetivo com tecnologia, “demonstrando todos os atos, todas as despesas, todas as receitas através da internet”.

Conversa com os comissários

Mais cedo, Marchezan reuniu-se com representantes da Associação dos Comissários de Polícia. O encontro constituiu mais uma oportunidade para sintonizar-se com os problemas da segurança na capital gaúcha. O candidato recebeu sugestões de projetos e apresentou sua proposta de interligação entre o trabalho da prefeitura com o da Brigada Militar e o da Polícia Civil. “Insegurança se combate com inteligência e com trabalho integrado”, sublinhou.

*Da assessoria de Nelson Marchezan

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2d3pWao