Notícias

Nota do presidente do PSDB-MG sobre declarações do governador Pimentel

As declarações feitas pelo governador Fernando Pimentel durante evento nesta quarta-feira (23/11) são, no mínimo, uma agressão à inteligência dos mineiros. Antes de tudo, elas demonstram o desespero de um governador que está sitiado e já não consegue governar, pois está mais ocupado em tentar impedir que o Superior Tribunal de Justiça o processe pelos crimes de corrupção e lavagem dinheiro, pelos quais foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República.

As declarações feitas pelo governador Fernando Pimentel durante evento nesta quarta-feira (23/11) são, no mínimo, uma agressão à inteligência dos mineiros. Antes de tudo, elas demonstram o desespero de um governador que está sitiado e já não consegue governar, pois está mais ocupado em tentar impedir que o Superior Tribunal de Justiça o processe pelos crimes de corrupção e lavagem dinheiro, pelos quais foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República.

Demonstram também o completo desconhecimento de Pimentel com relação às grandes transformações ocorridas em Minas Gerais durante as gestões do PSDB e aliados (2003 a 2014), quando foram realizadas ações e obras essenciais para o desenvolvimento econômico e social do Estado, como a pavimentação de cinco mil quilômetros de estradas por meio do PROACESSO, que propiciou a ligação por asfalto de praticamente todas as sedes dos municípios mineiros que não dispunham deste benefício. Ou mesmo a viabilização de sinal de telefonia celular em 100% dos municípios, por meio do MINAS COMUNICA – apenas para citar dois exemplos.

Com relação às críticas feitas à construção da Cidade Administrativa, Pimentel desconhece que, desde sua inauguração em 2010 até 2014, o complexo proporcionou uma economia média anual de aproximadamente R$ 111 milhões aos cofres públicos, racionalizou os gastos da máquina estadual, propiciou o desenvolvimento do Vetor Norte de BH e ofereceu condições dignas de trabalho a milhares de servidores que antes trabalhavam não dispunham de espaço nem equipamentos adequados.

Quanto às críticas relativas à construção do Centro de Convenções de São João Del Rei, Pimentel também mostra um desconhecimento fora do comum para o cargo que ocupa: que São João Del Rei é um dos principais centros turísticos de Minas Gerais e que este equipamento – uma demanda antiga de lideranças da região – é fundamental para desenvolver e consolidar essa vocação regional para o turismo.

O fato é que, em função da já comprovada incompetência administrativa do PT, Pimentel ataca os governos anteriores por não ter nada de efetivo para mostrar aos mineiros. Nem mesmo “pequenas obras”. Na realidade, ele faz um governo apequenado, que está destruindo todas as conquistas alcançadas durante as gestões tucanas, como o equilíbrio das contas públicas e o pagamento em dia dos salários dos servidores. Nem mesmo as obras que o governo anterior deixou em estágio avançado (como a duplicação da MG-050 e a obra do Hospital Regional do Centro-Oeste, em Divinópolis) o governo petista conseguiu dar continuidade.

Uma prova inconteste do fracasso de Pimentel, que demonstra o grau de insatisfação da população mineira com seu governo, foi o pífio resultado alcançado pelo PT nas eleições municipais deste ano, quando o número de prefeituras do partido no Estado caiu de 113 para 41, que, juntos, congregam ao todo apenas 700 mil habitantes (ou 3% da população total de Minas). Já o PSDB, elegeu 133 prefeitos, que vão administrar cerca de 3,4 milhões de pessoas (ou 16% da população total de Minas).

Ao gastar seu tempo atacando as gestões anteriores, na verdade Pimentel tenta justificar o retumbante fracasso de sua administração e também tirar o foco da denúncia de que é o chefe de uma organização criminosa que recebeu pelo menos R$ 45 milhões de propina.

Deputado Federal Domingos Sávio
Presidente do PSDB-MG

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2gpcsal