Notícias

Para garantir mais segurança aos pedestres, Doria quer grades e recuo de faixa em acesso de marginais

Prefeito eleito de São Paulo, o tucano João Doria pretende colocar grades em calçadas e mudar a posição de faixas de pedestres em acessos a marginais, na capital paulista. A medida deverá garantir mais segurança aos paulistanos, evitando atropelamentos e acidentes. A ideia é recuar os pontos de travessias nas ruas e avenidas para lugares mais distantes das esquinas. As grades também servirão como barreiras para afastar os pedestres dessas intersecções, onde os carros fazem conversão para sair ou entrar nas marginais.

Brasília (DF) – Prefeito eleito de São Paulo, o tucano João Doria pretende colocar grades em calçadas e mudar a posição de faixas de pedestres em acessos a marginais, na capital paulista. A medida deverá garantir mais segurança aos paulistanos, evitando atropelamentos e acidentes. A ideia é recuar os pontos de travessias nas ruas e avenidas para lugares mais distantes das esquinas. As grades também servirão como barreiras para afastar os pedestres dessas intersecções, onde os carros fazem conversão para sair ou entrar nas marginais.

As informações são de reportagem desta quinta-feira (24) do jornal Folha de S. Paulo. Novas faixas de pedestres também deverão ser instaladas, já que boa parte das intersecções de marginais com outras ruas na capital paulista sequer têm faixas de pedestres atualmente.

Cumprindo promessa de campanha, Doria também quer retomar as velocidades máximas anteriores nas pistas de marginais, reduzidas pelo petista Fernando Haddad em 2015. Os limites deverão subir de 70km/h para 90 km/h nas pistas expressas e de 60 km/h para 70 km/h nas centrais. Já nas pistas locais, a velocidade de 50 km/h será mantida apenas na faixa da direita.

Para que a mudança aconteça, Doria vai procurar o Ministério Público, nos próximos dias, apresentando estudos, feitos por técnicos de sua equipe, que avalizam a viabilidade da ampliação dos atuais limites de velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros.

Leia AQUI a íntegra da reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2g8zH7V