Notícias

Para Líder do PSDB, renúncia de Cunha já era esperada

Para o líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy (BA), a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) à Presidência da Câmara, anunciada nesta quinta-feira (7), era esperada já que ele, afastado do cargo pelo STF (Supremo Tribunal Federal), já não tinha condições para comandar a Casa. O líder disse que, a partir de agora, é necessário dar celeridade à eleição para a Presidência da Câmara.

7 de julho de 2016

Para o líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy (BA), a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) à Presidência da Câmara, anunciada nesta quinta-feira (7), era esperada já que ele, afastado do cargo pelo STF (Supremo Tribunal Federal), já não tinha condições para comandar a Casa. O líder disse que, a partir de agora, é necessário dar celeridade à eleição para a Presidência da Câmara.

“Ao ser afastado pelo STF, sua situação ficou muito delicada e ele perdeu as condições de presidir a Câmara. Dessa forma, a vacância do cargo era esperada, uma questão de tempo. Agora, o próximo passo é dar celeridade à eleição para a Presidência e resolver essa situação, que está prejudicando fortemente os trabalhos da Casa”, afirmou.

Para o líder, “neste momento em que o país precisa de um esforço concentrado para recuperar a economia, a Câmara está parada, sujeita à instabilidade do presidente interino, que revelou dificuldades para dirigir a Casa. A hora é de corrigir os rumos e colocar a Câmara para funcionar de novo e tocar os projetos importantes para os brasileiros”.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/29nswUM