Notícias

4 de outubro de 2016

PSDB elege mais de 5 mil vereadores em todo o país: “partido colhe os frutos das boas práticas”, diz tucano

As eleições municipais de 2016 tiveram um significado especial para o PSDB. Uma verdadeira “onda azul”, como disse o presidente nacional do partido, senador Aécio Neves, varreu o país. Os tucanos elegeram 5.355 vereadores em todo o Brasil neste domingo (2), um aumento de 4% em relação aos 5.146 eleitos no último pleito, em 2012. O partido também recebeu dos brasileiros, em todas as regiões, mais de 17 milhões de votos apenas no primeiro turno: foi o partido mais votado nestas eleições.

4 de outubro de 2016

Brasília (DF) – As eleições municipais de 2016 tiveram um significado especial para o PSDB. Uma verdadeira “onda azul”, como disse o presidente nacional do partido, senador Aécio Neves, varreu o país. Os tucanos elegeram 5.355 vereadores em todo o Brasil neste domingo (2), um aumento de 4% em relação aos 5.146 eleitos no último pleito, em 2012. O partido também recebeu dos brasileiros, em todas as regiões, mais de 17 milhões de votos apenas no primeiro turno: foi o partido mais votado nestas eleições.

Foram 793 prefeituras conquistadas, incluindo duas capitais – São Paulo e Teresina –, um crescimento de mais de 15% em relação aos números de 2012. E esses índices podem ser ampliados no segundo turno, que o PSDB vai disputar em 19 municípios, entre eles oito capitais: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Maceió (AL), Manaus (AM), Porto Alegre (RS) e Porto Velho (RO).

Para Aécio Neves, a força demonstrada pelo partido nas urnas é prova de um PSDB cada vez mais integrado. “Tenho convicção que tudo isso mostra um PSDB cada vez mais fortalecido, em busca de um projeto de governo para o Brasil, com a implementação de uma agenda de desenvolvimento, de eficiência administrativa, de uma visão de país moderna, que possa integrar-nos ao comércio internacional e que permita que os brasileiros voltem a acreditar na política”, disse o presidente nacional do partido.

O bom desempenho tucano faz contraponto à derrocada do Partido dos Trabalhadores, cuja credibilidade acabou minada pelo constante envolvimento de seus líderes em escândalos de corrupção, além do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff por crime de responsabilidade. O PT perdeu quase 60% das suas prefeituras, elegendo apenas 256 prefeitos neste ano, em comparação aos 630 eleitos no primeiro turno de 2012. O número de vereadores também sofreu queda, de 5.067 para 2.795, uma diferença de 44,8%.

Boas práticas

Um dos eleitos deste último domingo (2), o vereador tucano André Régis, de Recife (PE), avaliou que o bom desempenho do PSDB nas urnas reflete as boas práticas de gestão e os qualificados quadros do partido. O pernambucano recebeu 8.702 votos na capital de Pernambuco.

“O PSDB está colhendo os frutos eleitorais da responsabilidade. Está colhendo os frutos também do discurso apropriado e das práticas apropriadas, para que o Brasil possa sair mais rapidamente dessa crise profunda em que se encontra”, afirmou.

“São vários fatores. O primeiro deles é o fato de que o PSDB é o partido que tem os melhores quadros. A formação de quadros do PSDB continua sendo a melhor entre os partidos políticos. Outro fator é que o PSDB, nesse momento de crise, tende a receber de volta a confiança, isso em votos, da população, porque nós alertamos quando a direção que o Partido dos Trabalhadores estava nos levando era equivocada. O PSDB alertou, e nós procuramos mostrar os caminhos alternativos, isso graças ao empenho da Executiva Nacional, da liderança na Câmara, no Senado”, considerou.

O tucano destacou que o PSDB perdeu o debate público, nas eleições de 2014, para o populismo, a mentira e a forma irresponsável de se fazer política. “O Partido dos Trabalhadores nos bateu em várias disputas com o discurso que levaria ao caos. A partir do momento que o caos se revelou, passamos a maior crise política da nossa República, a maior crise econômica que o Brasil já enfrentou, e a população, aquela que acreditou de boa vontade nas propostas do PT, acreditando na sua forma de condução da política e da economia, teve um choque de realidade, o que faz com que inevitavelmente se procurem alternativas”, salientou.

A coerência prevaleceu

A escassez das alternativas políticas ao projeto de poder estabelecido pelo PT foi o que, na opinião do vereador André Régis, fez com que o PSDB saísse como o partido mais vitorioso nas urnas. A legenda manteve os seus valores e sua coerência.

“O recado é simples: na política, a coerência termina prevalecendo. Esse é um ponto importante que a gente deve ressaltar. O PSDB foi colocado com o discurso também de inovação, de respeito ao trabalho, ao estudo, ao mérito, para fazer uma rediscussão sobre os desperdícios dos gastos públicos, em decorrência também da má gestão. As coisas têm preço, e se não tivermos uma boa gestão, isso vai resultar no colapso do sistema de saúde, em uma educação de péssima qualidade”, apontou.

Para o tucano, o brasileiro vê o PSDB como um apoio natural, o partido que mais tem condições de retirar o país da crise, em decorrência de sua história, suas lideranças e seus quadros.

“O PSDB tem quadros técnicos de primeira qualidade, quadros políticos de primeira qualidade, é um partido que tem história e que orgulha a todos, porque nos momentos mais difíceis recentes da história brasileira foi justamente o PSDB que conseguiu, a partir do Plano Real, fazer com que o Brasil fosse recolocado em uma trajetória de crescimento econômico dentro de um processo de construção de uma sociedade mais justa, mais competitiva, uma sociedade melhor para todos, de todas as classes sociais”, completou o vereador.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dejL2t