Notícias

PSDB pode ter a “mais importante vitória” em eleições municipais de sua história, afirma Aloysio Nunes

Após ser o partido mais votado pelos brasileiros no primeiro turno das eleições municipais para prefeito, com mais de 17 milhões de votos espalhados por todo o país, o PSDB segue demonstrando sua força no segundo turno. Dentre os 19 tucanos que ainda concorrem em capitais ou cidades com mais de 200 mil eleitores, 11 candidatos lideram suas corridas pelas prefeituras, de acordo com as mais recentes pesquisas de intenção de voto registradas.

20 de outubro de 2016

Após ser o partido mais votado pelos brasileiros no primeiro turno das eleições municipais para prefeito, com mais de 17 milhões de votos espalhados por todo o país, o PSDB segue demonstrando sua força no segundo turno. Dentre os 19 tucanos que ainda concorrem em capitais ou cidades com mais de 200 mil eleitores, 11 candidatos lideram suas corridas pelas prefeituras, de acordo com as mais recentes pesquisas de intenção de voto registradas.

Atualmente, os concorrentes tucanos às prefeituras estão em primeiro lugar nas pesquisas realizadas em Blumenau, com Napoleão Bernardes; Contagem (MG), com Alex de Freitas; Jundiaí (SP), com Luiz Fernando Machado; Maceió, com Rui Palmeira; Manaus, com Artur Neto; Porto Alegre, com Nelson Marchezan Jr.; Porto Velho, com Hildon Chaves; Ribeirão Preto (SP), com Duarte Nogueira; Santo André (SP), com Paulo Serra; São Bernardo do Campo (SP), com Orlando Morando; e Vila Velha (ES), com Max Filho.

Se eleitos, estes candidatos se juntarão aos outros 793 tucanos já escolhidos para administrarem seus municípios a partir de 2017. Desse total, dois concorrentes do PSDB venceram em capitais – Joao Doria, em São Paulo, e Firmino Filho, reeleito em Teresina – e outros 11 foram vitoriosos em cidades com mais de 200 mil eleitores.

O senador Aloysio Nunes (SP), vice-presidente nacional do PSDB, vê os bons resultados alcançados pelos candidatos do partido, tanto no primeiro turno quanto nas pesquisas de intenção de voto do segundo turno, como um sinal de mudança no cenário político nacional. Na visão do tucano, estas eleições podem marcar a maior vitória da história do partido em pleitos municipais.

“O PSDB é o partido de vanguarda desta nova maioria política. O resultado das eleições municipais mostra isso. Nós somos o partido que melhor se portou nessas eleições municipais, pelo número de prefeitos eleitos e sobretudo pelo número de cidadãos que moram em cidades administradas pelo PSDB. O resultado, sobretudo nas grandes cidades, é particularmente expressivo disso. Treze candidatos já eleitos em primeiro turno [em capitais e em cidades com mais de 200 mil habitantes] e, das 19 disputas de segundo turno, nós temos hoje condição de eleger pelo menos 11, o que vai confirmar essa vitória que foi, talvez, a mais importante do PSDB em eleições municipais desde a sua fundação”, avaliou o senador.

Presença nacional

O caráter nacional do sucesso tucano nas eleições deste ano também foi celebrado por Aloysio. No segundo turno, o PSDB tem candidatos às prefeituras de capitais com chances reais de vitória em todas as regiões do país. Para o senador paulista, a força demonstrada por tucanos em diferentes locais do Brasil comprova que o PSDB é um partido de influência nacional.

“Cada vez mais o PSDB se afirma como um partido nacional. Isso já estava patente nas eleições municipais anteriores e se confirma agora. O PSDB deixou de ser o partido implantado apenas em algumas regiões do país mais desenvolvidas, mas está presente também agora nas regiões que, do ponto de vista do desenvolvimento econômico, estão ainda precisando avançar”, argumentou.

Eleições 2018

Aloysio ainda destacou que o bom desempenho do PSDB nas urnas terá um reflexo direto nas eleições presidenciais de 2018. “Eu estou convencido de que nós vamos ganhar as eleições de 2018. Isto [bons resultados nos municípios] é um sinal evidente da força do partido no país e [a vitória] depende agora, em grande parte, de nós mesmos”, concluiu o parlamentar.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2eOa0gD