Notícias

“PT tem que levar uma lambada forte porque errou”, diz ex-ministro petista Olívio Dutra

Um dos quadros históricos do PT, o ex-ministro Olívio Dutra, fez duras críticas à legenda nesta terça-feira (4) ao analisar o fraco desempenho do partido nas eleições municipais. Em entrevista à Rádio Gaúcha, Dutra, que foi também governador do Rio Grande do Sul, afirmou que o PT “não pode achar que é vítima”, nem adianta dizer que a culpa é “do Judiciário, do adversário, da grande mídia”. “Existem erros graves pelos quais as pessoas estão sendo julgadas e algumas até presas. Não é possível alisar o pelo de quem cometeu tamanhos erros”, afirmou.

5 de outubro de 2016

Brasília (DF) – Um dos quadros históricos do PT, o ex-ministro Olívio Dutra, fez duras críticas à legenda nesta terça-feira (4) ao analisar o fraco desempenho do partido nas eleições municipais. Em entrevista à Rádio Gaúcha, Dutra, que foi também governador do Rio Grande do Sul, afirmou que o PT “não pode achar que é vítima”, nem adianta dizer que a culpa é “do Judiciário, do adversário, da grande mídia”. “Existem erros graves pelos quais as pessoas estão sendo julgadas e algumas até presas. Não é possível alisar o pelo de quem cometeu tamanhos erros”, afirmou.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo desta quarta (5), Dutra, que é um dos fundadores do partido, classificou de “legítima, consciente e necessária” a reação do eleitorado contra o PT na eleição de domingo. “O PT tem de levar uma lambada forte mesmo porque errou, e errou seriamente”, disse.

Na avaliação do deputado federal Domingos Sávio (PSDB-MG), as declarações do petista demonstram o “bom senso” e a “coerência” e de “alguém que não se permitiu continuar sendo escravo de um doutrinamento partidário que enveredou por um caminho doentio e obsessivo”.

“Felizmente, ainda há pessoas coerentes que têm nos valores éticos e morais uma referência maior. Primeiro, tivemos o exemplo de Hélio Bicudo, que foi um dos fundadores do PT, e que, diante do caos que o partido instalou no Brasil, com o desgoverno da Dilma, teve a coragem de ser um dos autores do pedido de impeachment. Agora, é a vez de Olívio Dutra, também um quadro histórico, falando aquilo que o Brasil inteiro está falando”, destacou.

Segundo o tucano, o argumento petista de que a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público (MP) perseguem o PT é “falso” e reflete o “vale-tudo” e a falta de senso crítico da legenda. “A PF persegue criminosos, independentemente de que partido ele pertença. Ocorre que uma boa parte das lideranças do PT se transformou em criminosos. É claro que existem pessoas de bom senso e honestas dentro do partido. O problema é que muitas delas se tornaram escravas de uma doutrina doentia que tentou passar a todo custo a ideia de que os fins justificam os meios. Ou seja, de que valia tudo para continuar no poder. E não vale”, avaliou.

Na entrevista, Olívio atribui o atual momento vivido pelo PT à postura das “figuras que atuaram na direção do partido” e que se envolveram em atos que desembocaram “nesse desgaste total”, referindo-se a atos de corrupção. Questionado sobre as práticas que ele condena, o petista citou que é errado, por exemplo, ter a percepção de que o Estado deve ser assumido como propriedade de governantes, familiares e financiadores de campanha.

Eleições

Ainda de acordo com a reportagem, o PT sofreu um retrocesso significativo e conquistou neste ano menos vitórias que em 2004. Há quatro anos, o PT estava na terceira colocação no ranking de eleitos, atrás apenas do PMDB e do PSDB. Neste ano, caiu para o décimo lugar. A legenda conquistou apenas 256 prefeituras este ano, contra 638 em 2012.

Para Domingos Sávio, os resultados do último domingo foram uma resposta popular nas urnas contra os desmandos do governo petista. “Mais grave do que o mar de lama e a própria incompetência do PT é a tentativa que já estava em andamento de implantar no Brasil uma ditadura populista. Quando os líderes ficam cegos e começam a usar de qualquer meio para se perpetuar no poder, eles já estão seguindo a cartilha das ditaduras. E era isso que vinha acontecendo. Agora, após essa resposta dos brasileiros, espero que a história comece a tomar rumos diferentes”, completou.

*Clique aqui para ler a íntegra da matéria.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dfoCjG