Notícias

Richa defende reforma para evitar ‘catástrofe anunciada’ no setor público

O governador Beto Richa defendeu nesta quinta-feira (1º/12), em Foz do Iguaçu, uma ampla revisão para adequar o setor público a nova conjuntura econômica. “A situação de penúria em que se encontram quase todos os Estados brasileiros é uma lição definitiva: precisamos reavaliar a fundo toda a estrutura de funcionamento do poder público”, afirmou ele durante palestra para prefeitos e prefeitas.

O governador Beto Richa defendeu nesta quinta-feira (1º/12), em Foz do Iguaçu, uma ampla revisão para adequar o setor público a nova conjuntura econômica. “A situação de penúria em que se encontram quase todos os Estados brasileiros é uma lição definitiva: precisamos reavaliar a fundo toda a estrutura de funcionamento do poder público”, afirmou ele durante palestra para prefeitos e prefeitas.

Para Richa, a atual estrutura de gastos públicos e vinculações de receitas “é uma catástrofe anunciada” e que só pode ser enfrentada com uma reforma racional do funcionamento da máquina pública, que permita rever todas as despesas do poder público, inclusive com o funcionalismo, encargos sociais e previdência.

O governador ressaltou que o País não vive apenas uma crise de conjuntura, provocada pela recessão. “Por isso, as reformas são urgentes e exigem muita coragem”, disse. “É preciso usar de toda a franqueza, sem meias palavras, para falar dos desafios que enfrentamos, e lembrar que não há soluções fáceis, nem fórmulas mágicas”.

Richa afirmou também que o Paraná também sofre menos os efeitos da recessão econômica porque se preparou para enfrentar o período mais agudo da recessão econômica e, assim, está mantendo as finanças equilibradas. “Se eu tivesse medo do julgamento de meus atos, talvez não tivesse tomado medidas impopulares. Mas nesse caso, pensem comigo, como estaria a situação do Paraná hoje?”, ponderou.

O governador é o anfitrião do Encontro de Prefeitas e Prefeitos Eleitos, que segue até esta sexta-feira em Foz, e assegurou que o Estado vai continuar dando apoio aos municípios. “Já fui prefeito e sei o quanto é importante uma relação de harmonia entre a prefeitura e o Estado”, disse. “O equilíbrio fiscal conquistado pelo Paraná nos garante novo aumento no volume de investimentos com recursos próprios em 2017”.

* Do PSDB-PR.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2fWxa2J