Notícias

O Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, debateu com senadores a questão da presença de facções organizadas nos presídios.

Segurança pública: ministro debate crise nos presídios brasileiros

O Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, participou nesta tarde de almoço da bancada do PSDB no gabinete do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). No encontro, ele relatou a situação da segurança pública no país e a crise vivenciada nos presídios brasileiros, com a participação de facções organizadas. Na ocasião, o senador Tasso Jereissati apresentou detalhes de seu projeto de segurança, implementado quando governador do Ceará em suas três gestões.

Segurança pública: ministro debate crise nos presídios brasileiros

18 de outubro de 2016

O Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, participou nesta tarde de almoço da bancada do PSDB no gabinete do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). No encontro, ele relatou a situação da segurança pública no país e a crise vivenciada nos presídios brasileiros, com a participação de facções organizadas.

Na ocasião, o senador Tasso Jereissati apresentou detalhes de seu projeto de segurança, implementado quando governador do Ceará em suas três gestões. Na segunda metade da década de 90, Tasso implantou sistema de integração das polícias com a criação de distritos modelos na capital, que reuniam no mesmo local policiais civis, militares e bombeiros. Também, à época, o governo cearense criou um Centro Integrado de Operações Policiais e o batalhão aéreo militar. Para desenvolver o programa, o então governador Tasso Jereissati contou com a consultoria do norte-americano William Bratton, que havia implantado em Nova Iorque o programa tolerância zero.

Em seu primeiro mandato como Senador, no período de 2003-2011, Tasso Jereissati foi o primeiro Presidente da Subcomissão de Segurança Pública do Senado Federal.

Além do Ministro e Tasso Jereissati, participaram do encontro os senadores Aécio Neves (PSDB-MG), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Aloysio Nunes (PSDB-SP), Ataídes Oliveira (PSDB-TO), Deca (PSDB-PB), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), José Aníbal (PSDB-SP), Paulo Bauer (PSDB-SC), Pinto Itamaraty (PSDB-MA) e Ricardo Ferraço (PSDB-ES), além do deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB-BA).

* Da assessoria do senador Tasso Jereissati

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2ejZWHS