Notícias

Temer elabora programa para revitalizar o Rio São Francisco, esquecido na gestão Dilma

O presidente interino, Michel Temer, estuda lançar um programa para revitalizar o Rio São Francisco. A obra, batizada de “Novo Chico”, deve começar em breve. Também serão anunciadas ações para os próximos 10 anos que incluirão medidas de despoluição das águas, conservação do solo, reflorestamento das margens e saneamento da bacia do rio, como revela nesta quarta-feira (13) a coluna “Painel” do jornal Folha de S. Paulo.

13 de julho de 2016

O presidente interino, Michel Temer, estuda lançar um programa para revitalizar o Rio São Francisco. A obra, batizada de “Novo Chico”, deve começar em breve. Também serão anunciadas ações para os próximos 10 anos que incluirão medidas de despoluição das águas, conservação do solo, reflorestamento das margens e saneamento da bacia do rio, como revela nesta quarta-feira (13) a coluna “Painel” do jornal Folha de S. Paulo.

A equipe de Temer estima que as obras de revitalização e recuperação das áreas degradadas podem custar R$ 6 bilhões de reais até o ano de 2026. Somente a recuperação de áreas degradadas deve consumir R$ 3 bilhões em dez anos. O gasto será incluído no Orçamento de 2017.

As obras de transposição do Rio São Francisco se arrastam desde o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, com os cortes no orçamento promovidos pela presidente afastada Dilma Rousseff, estão atrasadas há quase quatro anos.

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) aponta a importância dessa medida para a melhoria da qualidade da água no país.

“Os grandes problemas dos déficits hídricos do Brasil – não é somente nas margens do Rio São Francisco, mas nas demais bacias do nosso país – são justamente por falta de de ações concretas na manutenção das reservas florestais e manutenção também de um sistema de saneamento, de esgoto, que não contaminem as margens dos rios, que não haja acima de tudo desmatamentos nas áreas também  nas matas dos rios, e essa visão o presidente Michel Temer está tendo”, afirmou.

Raimundo Gomes de Matos também criticou a gestão petista por ter abandonado as obras de transposição do Rio São Francisco. “A comissão da transposição, que nós presidimos aqui na Câmara dos Deputados, há praticamente dois anos vinha cobrando, inclusive, na época do ex-presidente Lula e, agora por último, da presidente Dilma, ações concretas da revitalização. Um programa concreto de revitalização das margens do Rio São Francisco.”

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/29yTYQO