Notícias

Denunciados pela tragédia de Mariana podem responder por homicídio pelo rompimento da Barragem de Fundão em novembro do ano passado.

Tragédia de Mariana: MPF denuncia quatro empresas e 22 pessoas

Diretores e funcionários da mineradora Samarco e das controladoras Vale e BHP Billiton foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) por homicídio pelo rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana (MG), em novembro do ano passado. De acordo com matéria publicada pelo jornal Bom Dia Brasil, da TV Globo, nesta sexta-feira (21), a força-tarefa do MPF afirmou, na denúncia, que as três empresas sabiam que o desastre poderia acontecer.

Tragédia de Mariana: MPF denuncia quatro empresas e 22 pessoas

Diretores e funcionários da mineradora Samarco e das controladoras Vale e BHP Billiton foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) por homicídio pelo rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana (MG), em novembro do ano passado. De acordo com matéria publicada pelo jornal Bom Dia Brasil, da TV Globo, nesta sexta-feira (21), a força-tarefa do MPF afirmou, na denúncia, que as três empresas sabiam que o desastre poderia acontecer.

A reportagem destaca que um documento interno da Samarco, elaborado quase sete meses antes de o desastre ambiental acontecer, previa que até 20 pessoas morreriam caso a barragem de fato se rompesse, sendo que impacto ambiental chegaria a 20 anos. Na tragédia,desastre ambiental, mais de 250 ficaram feridas e diversas cidades, rios e áreas de preservação foram destruídos.

“O que nós tivemos foi um sequestro da segurança, de uma política mais responsável de segurança da barragem por uma busca incessante de lucro”, concluiu José Adércio Leite Sampaio, procurador da República em Minas Gerais. De acordo com a denúncia, a mineradora Samarco ainda passava informações incorretas ou falsas aos órgãos de controle.

A empresa de recursos hídricos e geotécnica Vogbr e um engenheiro da companhia ainda foram acusados de apresentação de laudo falso. No total, o MPF indiciou 22 pessoas (sendo 21 por homicídio qualificado com dolo eventual) e quatro empresas pelo envolvimento no desastre de Mariana.

Clique aqui para ver a matéria do Bom Dia Brasil.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2eJpUE5