Notícias

Tucanos eleitos para prefeituras cumprem intensa agenda durante transição de governo

Os três deputados federais do PSDB eleitos prefeitos e o tucano eleito vice-prefeito na maior cidade do país vêm cumprindo intensa agenda nesta fase de transição. O anúncio de secretários e mudanças no organograma da estrutura municipal são alguns dos exemplos de medidas adotadas. Os tucanos Nelson Marchezan Junior (RS), Duarte Nogueira (SP) e Max Filho (ES) já começaram a atuar em prol de gestões eficientes, transparentes e capazes de atender as demandas dos cidadãos.

Os três deputados federais do PSDB eleitos prefeitos e o tucano eleito vice-prefeito na maior cidade do país vêm cumprindo intensa agenda nesta fase de transição. O anúncio de secretários e mudanças no organograma da estrutura municipal são alguns dos exemplos de medidas adotadas.

Os tucanos Nelson Marchezan Junior (RS), Duarte Nogueira (SP) e Max Filho (ES) já começaram a atuar em prol de gestões eficientes, transparentes e capazes de atender as demandas dos cidadãos. No mesmo sentido, Bruno Covas (SP), vice-prefeito eleito de São Paulo, tem atuado ativamente nessa fase de transição, ao lado do prefeito eleito, João Doria.

PORTO ALEGRE

Um dos principais anúncios já feitos pelo tucano Nelson Marchezan Junior em Porto Alegre foi a redução do número de secretarias municipais, de 29 para 15. A ideia, segundo o tucano, é tornar a estrutura administrativa mais prática e mais eficaz na entrega de resultados. Nesta segunda-feira (12), foi a vez de o prefeito eleito anunciar seus primeiros secretários municipais.

Marchezan Junior tem como exigência para compor sua equipe a ficha limpa. O tucano defende a lisura como requisito e tem estendido isso a qualquer cargo na esfera municipal. O prefeito eleito inclusive inovou ao lançar o Banco de Talentos da Prefeitura, um processo de recrutamento de pessoal transparente e criterioso. Objetivo é qualificar a gestão pública.

Na mobilidade urbana, Marchezan anunciou que vai automatizar todo o sistema. Além de modernizar o transporte, o objetivo principal é dificultar a vida do bandido. Quanto ao serviço público, apesar da grave crise que afeta todo o Rio Grande do Sul, o tucano garante que trabalhará para equilibrar as contas. “Nossa prioridade será pagar o salário dos servidores em dia; depois pagar os salários atrasados; a seguir os fornecedores”, garante.

RIBEIRÃO PRETO

Nas últimas semanas, o deputado Duarte Nogueira (SP) tem anunciado seu secretariado. O tucano tem participado de encontros com ministros, presidentes de entidades e federações, em busca de apoios a projetos importantes. Com o presidente do Sebrae Nacional, Guilherme Afif, já discutiu, por exemplo, a implementação do Via Rápido Empresa, que agiliza a abertura de novos empreendimentos e incentiva o microempreendedorismo.

O prefeito eleito já começou a trabalhar pela internacionalização do aeroporto de Ribeirão. Nesse sentido, participou de reuniões com o ministro dos Transportes, Maurício Quintela, e o secretário nacional de Aviação Civil, Dario Rais Lopes. Os investimentos, segundo ele, serão menores do que previsto inicialmente. Haverá a ampliação da capacidade do terminal e terão início os voos internacionais de aeronaves de carga.

VILA VELHA

Em busca de avanços para Vila Velha, Max Filho tem conversado com ministros e até com o presidente da República. Em reunião com o presidente Michel Temer, Max pediu a destinação de recursos federais para obras de drenagem no município.

Em outra frente, o tucano recebeu a garantia do ministro do planejamento, Dyogo Oliveira, de que a União vai manter suspensas as novas demarcações de terrenos de marinha. O futuro gestor municipal havia apresentado essa demanda, pois, de acordo com ele, a simples abertura do processo de audiência pública causou a revolta de toda a população de Vila Velha, além de paralisar a negociação de imóveis no município.

O prefeito eleito tem realizado visitas a diversas regiões da cidade e buscado parcerias. Todas as segundas-feiras, o tucano tem realizado audiências com moradores em várias partes do município, ouvindo demandas e interagindo com as comunidades.

SÃO PAULO

Em São Paulo, o vice-prefeito eleito, deputado Bruno Covas, fez anúncio dos 20 sub-prefeitos no início deste mês. Ele vai acumular o cargo de secretário municipal das prefeituras regionais. De acordo com o tucano, seu objetivo é fazer das prefeituras regionais a central de zeladoria que cuidará da cidade.

O governo paulistano, segundo anunciado por Covas, pretende implementar um Poupatempo em cada prefeitura regional, juntando todas as ações que a prefeitura presta e assim facilitando o deslocamento, principalmente daqueles que moram nas periferias. Ao lado do prefeito eleito, João Doria, Bruno participou ainda da escolha e do anúncio dos secretários municipais.

A primeira ação que será realizada pela nova gestão da capital paulista é o projeto “Cidade São Paulo, Cidade Linda”, uma ação de zeladoria. Uma ação de zeladoria que começará a ser feita no primeiro dia útil da gestão, em 2 de janeiro, tendo início pelo Centro da cidade.

*Do portal do PSDB na Câmara

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2hzPW1O