Notícias

“Caso a Venezuela não consiga preencher os requisitos básicos exigidos poderá deixar de ser considerado um membro do Mercosul”, disse Temer.

Venezuela pode deixar Mercosul por descumprir regras, afirma Temer

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira (18), em Tóquio, que a Venezuela pode deixar de ser membro do Mercosul. “Caso a Venezuela não consiga preencher os requisitos básicos exigidos poderá deixar de ser considerado um membro do Mercosul”, disse o presidente durante entrevista para a imprensa japonesa. A medida – que é defendida pelo Itamaraty, chancelada pelo ministro das Relações Exteriores, José Serra – também tem o apoio do presidente argentino, Mauricio Macri.

19 de outubro de 2016

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira (18), em Tóquio, que a Venezuela pode deixar de ser membro do Mercosul. “Caso a Venezuela não consiga preencher os requisitos básicos exigidos poderá deixar de ser considerado um membro do Mercosul”, disse o presidente durante entrevista para a imprensa japonesa.

A medida – que é defendida pelo Itamaraty, chancelada pelo ministro das Relações Exteriores, José Serra – também tem o apoio do presidente argentino, Mauricio Macri. De acordo com matéria do jornal Valor Econômico, Temer acredita que a saída da Venezuela do bloco não indica uma expulsão, mas por descumprir as normas de adesão exigidas aos países-membros do Mercosul.

Em julho, a Venezuela se “autoproclamou” presidente do Mercosul, até então presidida pelo Uruguai. A medida provocou reação imediata do ministro Serra, que enviou aos chanceleres do Uruguai, Argentina e Paraguai uma carta contestando não só a ação antidemocrática do país, mas também sua presença no bloco. No documento, o chanceler brasileiro ressaltou que o próprio governo venezuelano reconhece que o país não adotou 102 normas que condicionavam a sua entrada no bloco, mesmo com um prazo de 12 anos para fazê-lo. Entre elas estão o respeito às instituições democráticas e aos direitos humanos.

Clique aqui para ler a íntegra da matéria.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2e3PbdU