Números

Com 28% das intenções de voto, Doria segue liderando corrida pela prefeitura de SP

O tucano João Dória, candidato à prefeitura de São Paulo, segue liderando a corrida eleitoral na capital paulista. É o que revela pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (28). De acordo com o levantamento, Doria tem 28% dos votos, seis pontos percentuais acima do segundo colocado, Celso Russomanno (PRB), que teve 22%. Marta (PMDB) foi a terceira mais citada pelos entrevistados, com 16%.

28 de setembro de 2016

O tucano João Dória, candidato à prefeitura de São Paulo, segue liderando a corrida eleitoral na capital paulista. É o que revela pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (28). De acordo com o levantamento, Doria tem 28% dos votos, seis pontos percentuais acima do segundo colocado, Celso Russomanno (PRB), que teve 22%. Marta (PMDB) foi a terceira mais citada pelos entrevistados, com 16%. As informações são do portal G1.

Encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, a pesquisa ouviu 1.204 eleitores da capital entre os dias 25 e 28 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.

As simulações de possíveis segundos turnos também mostram Doria a frente de todos os concorrentes. Em um cenário com Celso Russomanno, o tucano teve 41% dos votos, contra 36% do candidato do PRB. João Doria também derrotaria Marta (44% a 33%) e o atual prefeito da cidade, o petista Fernando Haddad (52% a 27%).

O PSDB Nacional não fez tracking sobre a disputa na capital paulista.

Haddad reprovado

Apenas o quatro colocado na pesquisa, sendo citado por 13% dos entrevistados, Haddad teve sua gestão desaprovada por 66% das pessoas ouvidas pelo Ibope. O levantamento também mostra que somente 18% dos paulistanos consideram a administração do petista boa ou ótima. Avaliaram como ruim ou péssimo a gestão Haddad 45$ dos entrevistados, enquanto que 36% a consideram regular. O 1% restante não soube avaliar.

Clique aqui para ler a matéria do G1.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dh0gI9