Números

Com a crise econômica, cresce número de vendas em sites de produtos usados

O brasileiro vem buscando medidas criativas para garantir sua renda familiar diante da crise econômica instalada em todos os setores do país. Uma prova disso é o rápido crescimento dos sites de vendas de produtos usados na internet. Nas duas maiores plataformas do segmento no Brasil, os anúncios foram bem maiores em comparação com o ano passado, como revela reportagem da TV Globo veiculada nesta segunda-feira (5).

O brasileiro vem buscando medidas criativas para garantir sua renda familiar diante da crise econômica instalada em todos os setores do país. Uma prova disso é o rápido crescimento dos sites de vendas de produtos usados na internet. Nas duas maiores plataformas do segmento no Brasil, os anúncios foram bem maiores em comparação com o ano passado, como revela reportagem da TV Globo veiculada nesta segunda-feira (5).

Somente o site Mercado Livre apontou um aumento de 128% nos anúncios. Já a OLX teve uma elevação de 74,8%, o que representa cerca de 116 milhões de ofertas a mais do que em 2015, numa consequência direta da forte recessão econômica deixada ao país após 13 anos de governos do PT.

Para o deputado federal Caio Narcio (PSDB-MG), o fenômeno indica que há uma recessão grave no país, provocada pelo alto índice de desemprego.

“Eu vejo que há uma situação séria, grave. E a gravidade disso faz com que os brasileiros usem a criatividade para sobreviver. Esse é um ponto nevrálgico da questão da economia do Brasil hoje – e que é a principal preocupação. Enquanto não resolver o problema do desemprego, as famílias vão continuar sem dignidade, o desespero batendo na porta e a única forma de poder combater isso é ter o crescimento do país mais uma vez retomado.”

Caio Narcio ainda elogiou a criatividade da população brasileira diante da crise econômica. “Óbvio que o instinto empreendedor do brasileiro e de conseguir enfrentar a diversidade com criatividade, faz a diferença do país que nós temos. Mas o motivo que leva a acontecer isso não é nobre. O que a gente pode dizer é que: o brasileiro é um sobrevivente apesar de tudo”, afirmou o tucano.

Ainda segundo uma pesquisa feita pela Loja Integrada – plataforma online que reúne quase dois mil sites de compra e venda -, o número de lojas de usados subiu 105% em 2015, aumentando o faturamento em 115% na comparação com 2014. Os eletrônicos são os mais procurados, colaborando com 41% das vendas.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2g2YNUu