Números

Com Dilma, Brasil só fica atrás de Nigéria e Sudão em ranking das economias mais fechadas do mundo

No ranking das economias mais fechadas do mundo, o Brasil só perde para Nigéria e Sudão, em um total de 188 países. É o que revela a pesquisa mais recente sobre o tema realizada pelo Banco Mundial. De acordo com o estudo, o Brasil tem um índice de abertura comercial (peso das exportações e importações no Produto Interno Bruto) de 20,84%, enquanto a média mundial é de 45,19%.

25 de setembro de 2016

No ranking das economias mais fechadas do mundo, o Brasil só perde para Nigéria e Sudão, em um total de 188 países. É o que revela a pesquisa mais recente sobre o tema realizada pelo Banco Mundial. De acordo com o estudo, o Brasil tem um índice de abertura comercial (peso das exportações e importações no Produto Interno Bruto) de 20,84%, enquanto a média mundial é de 45,19%. As informações são de matéria do jornal O Estado de S. Paulo publicada neste domingo (25).

Os dados analisados pela entidade são relativos à 2015, ano que a ex-presidente Dilma Rousseff ainda estava no poder. O economista Simão Davi Silber, professor da USP e especialista em economia internacional, criticou a situação exposta pela pesquisa do Banco Mundial. “Quem tem alguma familiaridade com as estatísticas sabe que, na parte comercial, estamos fora do mundo”, disse à reportagem do Estadão.

Silber também destaca que o fechamento ao mercado externo acaba sendo um obstáculo ao crescimento da indústria interna. Ele cita as dificuldades para importar máquinas e equipamentos impostas às empresas nacionais que querem se modernizar como um dos principais reflexos do baixa abertura comercial no Brasil.

Clique aqui para ler a matéria do Estadão.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2cxWyvv