Números

Efeitos da crise: Mercado prevê menor inflação, mas baixa estimativa para o PIB

Economistas ouvidos pelo Banco Central estimam menor taxa de inflação para este ano, apesar da forte crise econômica deixada ao país como “herança” do governo Dilma Rousseff (PT). A expectativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2016 caiu de 6,84% para 6,80% na semana passada. Já para 2017, a previsão do mercado permaneceu estável em 4,93%. Os dados são do Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (21) pelo BC.

Economistas ouvidos pelo Banco Central estimam menor taxa de inflação para este ano, apesar da forte crise econômica deixada ao país como “herança” do governo Dilma Rousseff (PT). A expectativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2016 caiu de 6,84% para 6,80% na semana passada. Já para 2017, a previsão do mercado permaneceu estável em 4,93%. Os dados são do Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (21) pelo BC.

De acordo com matéria do site G1, devido à crise deixada pelo governo Dilma, houve também uma queda na projeção de crescimento do país para este ano. A previsão do mercado para o Produto Interno Bruto (PIB) é um recuo de 3,40% ante 3,37% na pesquisa anterior divulgada na semana retrasada. Os especialistas também baixaram a expectativa de alta do PIB em 2017, passando de 1,13% para 1%. Antes prevista em 1,6%, a nova projeção para o próximo ano deverá ser divulgada pelo governo federal ainda nesta semana.

Clique aqui para ler a íntegra da matéria.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2gvzq2E