Números

Petista Fernando Haddad lidera ranking dos endividados com maior dívida registrada entre os candidatos que disputaram o 1º turno nas capitais do país.

Endividado: campanha de Haddad tem déficit de R$ 8,5 milhões

Derrotado por João Doria (PSDB) no primeiro turno das eleições à prefeitura de São Paulo, o petista Fernando Haddad acumulou um déficit de R$ 8,5 milhões relativo às despesas de sua campanha na capital paulista. Trata-se da maior dívida registrada entre todos os candidatos que disputaram o primeiro turno nas capitais do país, como revela ranking elaborado pelo jornal Folha de S. Paulo em matéria publicada nesta quinta-feira (3).

Endividado: campanha de Haddad tem déficit de R$ 8,5 milhões

Derrotado por João Doria (PSDB) no primeiro turno das eleições à prefeitura de São Paulo, o petista Fernando Haddad acumulou um déficit de R$ 8,5 milhões relativo às despesas de sua campanha na capital paulista. Trata-se da maior dívida registrada entre todos os candidatos que disputaram o primeiro turno nas capitais do país, como revela ranking elaborado pelo jornal Folha de S. Paulo em matéria publicada nesta quinta-feira (3).

A lista dos maiores endividados revela que Haddad é, disparado, o candidato com o maior volume de dívidas de campanha após o primeiro turno. O segundo colocado no ranking de débitos, Délio Malheiros (PSD), que concorreu em Belo Horizonte, encerrou sua campanha com dívidas de R$ 1,9 milhão. O pódio de maiores devedores é fechado por Gustavo Fruet (PDT), derrotado em Curitiba. Já o prefeito eleito de São Paulo, João Doria, fechou sua campanha no azul.

Segundo reportagem, Haddad fará palestras e participará de eventos para tentar arrecadar recursos e saldar sua dívida de campanha. O petista ainda negocia o auxílio de seu partido para levantar o montante milionário.

Clique aqui para ler a matéria da Folha.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2flM53w