Números

Gasto de brasileiros em viagens internacionais é o menor para o mês de maio desde 2009

Com a crise econômica instalada pelo governo da presidente afastada Dilma Rousseff no país, a alta do desemprego e, principalmente, a alta do dólar afetam diretamente os gastos de brasileiros no exterior. Dados do Banco Central mostram a injeção de apenas US$ 1,113 bilhão em maio. Esse é o menor valor para o mês desde 2009, quando as despesas foram de US$ 779 milhões – ante US$ 1,41 bilhão em maio do ano passado.

24 de junho de 2016

Com a crise econômica instalada pelo governo da presidente afastada Dilma Rousseff no país, a alta do desemprego e, principalmente, a alta do dólar afetam diretamente os gastos de brasileiros no exterior. Dados do Banco Central mostram a injeção de apenas US$ 1,113 bilhão em maio. Esse é o menor valor para o mês desde 2009, quando as despesas foram de US$ 779 milhões – ante US$ 1,41 bilhão em maio do ano passado.

De acordo com matéria do site G1, de janeiro a maio deste ano, os gastos dos brasileiros lá fora somaram US$ 5,161 bilhões. No mesmo período do ano passado, as despesas no exterior somaram US$ 8,291 bilhões. Além da alta do dólar e a crise econômica, o movimento de queda nos gastos também é influenciado pela alta da inflação e o elevado nível de endividamento das famílias.

Segundo o site, os gastos de brasileiros no exterior vinham subindo continuamente entre 2010 e 2014. No entanto, com a alta de quase 50% do dólar no ano passado, essas despesas caíram 32%.

Clique aqui para ler a íntegra da matéria.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/28WRHju