Números

Governo libera crédito de R$ 30 bilhões com juros menores para micro e pequenas empresas

O governo federal anunciou nesta quarta-feira a abertura de uma linha de crédito de R$ 30 bilhões para as micro e pequenas empresas com taxas de juros reduzidas. O anúncio foi feito em cerimônia no Palácio do Planalto, em celebração ao Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. Os empréstimos serão concedidos por bancos públicos e privados. Banco do Brasil, BNDES, Bradesco, Itaú, Santander e a Caixa Econômica assumiram o compromisso de oferecer condições diferenciadas.

6 de outubro de 2016

O governo federal anunciou nesta quarta-feira a abertura de uma linha de crédito de R$ 30 bilhões para as micro e pequenas empresas com taxas de juros reduzidas. O anúncio foi feito em cerimônia no Palácio do Planalto, em celebração ao Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. Os empréstimos serão concedidos por bancos públicos e privados. Banco do Brasil, BNDES, Bradesco, Itaú, Santander e a Caixa Econômica assumiram o compromisso de oferecer condições diferenciadas. O deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) comemora a iniciativa do governo, e reforça a importância de investir no empreendedorismo para a recuperação da economia.

“Tudo for feito pela microempresa de incentivo fiscal, creditício, treinamento e capacitação é ‘injeção na veia’ da economia. Isso resulta em mais empregos, mais desenvolvimento, faturamento na economia e mais impostos. Cria um ciclo virtuoso na economia”, destacou o parlamentar.

A medida foi apresentada na mesma semana em que o Congresso Nacional aprovou mudanças nas regras do Simples Nacional. As novas normas alteram os limites de faturamento para que micro e pequenas empresas possam aderir ao regime tributário do Supersimples. Com isso, o teto do programa passará a ser de R$ 4,8 milhões. Para Hauly, a união do Executivo e Legislativo para recuperar e alavancar esse setor é fundamental.

“O novo governo e o Congresso Nacional estão trabalhando para tirar o Brasil dessa situação de depressão e recessão em que se encontra. Está fazendo um trabalho gigantesco com financiamento, parcelamento de débitos, de dívidas, recuperação das empresas e também das finanças de Estados, municípios e União”, disse.

Na mesma celebração, o governo federal anunciou o projeto “Simples Exportação”, que cria a figura do operador logístico para desburocratizar e simplificar a operação do comércio nacional para os microempreendedores.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2cWKSmi