Números

Inflação de setembro tem a menor variação para o mês desde 1998

A inflação oficial do Brasil, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA, registrou, em setembro, a menor variação desde julho de 2014. A marca foi de 0,08% ante os 0,44% do mês de agosto. A taxa também é a menor para o mês desde o ano de 1998. O deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT) relaciona a queda da inflação a saída do governo do PT na gestão do país.

7 de outubro de 2016

A inflação oficial do Brasil, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA, registrou, em setembro, a menor variação desde julho de 2014. A marca foi de 0,08% ante os 0,44% do mês de agosto. A taxa também é a menor para o mês desde o ano de 1998. O deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT) relaciona a queda da inflação a saída do governo do PT na gestão do país.

“O impeachment traz um alento e traz uma confiança. É claro que isso não é o suficiente, mas já é um início, um reinício, um recomeço de um momento em que o Brasil se libertou de um governo que contou tantas inverdades, tantas mentiras para o país. E nesse momento passa a confiar de novo. Então, começa a ter reações também em todos os dados da economia”, afirmou Leitão.

Para o deputado, a entrada de um novo governo gera confiança entre os brasileiros e os investidores. O tucano também defendeu a aprovação de medidas para reequilibrar as contas do país. Uma delas, é a PEC 241/16, que estabelece um teto para os gastos públicos no Brasil.

“Eu não tenho dúvida de que vamos demorar um pouco para sair desse atoleiro que nos deixaram. Mas já conseguimos, pelo menos, reanimar os nossos investidores e dar uma sinalização de confiança pra eles. Com a aprovação da [PEC] 241 na segunda-feira, eu não tenho dúvida nenhuma que o mercado vai entender que realmente agora tem um governo com autoridade e preocupado com o desenvolvimento do país”, apontou.

Sob a influência do leite e de outros alimentos, o indicador perdeu força de agosto para setembro. Em comparação com o mês anterior, o grupo de comidas apresentou uma queda de 0,29%. Os dados são do IBGE.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dRnLJM