Números

Mudança de comando na Petrobras, após o impeachment de Dilma Rousseff, segue rendendo resultados positivos à principal estatal do país.

Com nova gestão, Petrobras bate recorde de produção em setembro

A mudança de comando na Petrobras após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff segue rendendo resultados positivos à principal estatal do país. A produção total de petróleo e gás natural da empresa atingiu a marca de 2,88 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) em setembro. A informação foi divulgada pela própria petrolífera nesta segunda-feira (17). De acordo com matéria publicada pelo portal G1, o número representa um crescimento de 1,4% em relação à produção de agosto.

Com nova gestão, Petrobras bate recorde de produção em setembro
17 de outubro de 2016

A mudança de comando na Petrobras após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff segue rendendo resultados positivos à principal estatal do país. A produção total de petróleo e gás natural da empresa atingiu a marca de 2,88 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) em setembro. A informação foi divulgada pela própria petrolífera nesta segunda-feira (17). De acordo com matéria publicada pelo portal G1, o número representa um crescimento de 1,4% em relação à produção de agosto.

A matéria do G1 também informa que, do total produzido pela empresa no nono mês do ano, 2,75 milhões boed correspondem à extração no Brasil, um novo recorde mensal de produção no país.

Também foram vistos recordes em setembro na produção média de petróleo no país (2,24 milhões de barris por dia), na produção de petróleo e gás natural operada pela Petrobras na camada pré-sal (1,46 milhão boed), na produção média de petróleo operada pela Petrobras no pré-sal (1,17 milhão de barris de petróleo por dia) e na produção de gás natural no país (81,2 milhões metros cúbicos por dia).

“Esse resultado se deve, principalmente, ao crescimento da produção dos campos de Lula e Sapinhoá, ambos na Bacia de Santos”, afirmou a estatal.

Clique aqui para ler a matéria do G1.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2edADKd