Números

Para evitar desperdício de US$ 60 mil, Temer se hospedará em hotel pago por Dilma Rousseff em Nova York

O presidente Michel Temer embarca, neste domingo (18), em sua segunda viagem internacional desde que assumiu o comando do país. O destino será Nova York, onde o mandatário fará, na próxima terça-feira (20), o discurso de abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Para sua estadia, no entanto, o presidente não precisará desembolsar recursos. A conta no hotel Plaza Athenee já foi quitada pelo governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

18 de setembro de 2016

Brasília (DF) – O presidente Michel Temer embarca, neste domingo (18), em sua segunda viagem internacional desde que assumiu o comando do país. O destino será Nova York, onde o mandatário fará, na próxima terça-feira (20), o discurso de abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Para sua estadia, no entanto, o presidente não precisará desembolsar recursos. A conta no hotel Plaza Athenee já foi quitada pelo governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

Reportagem publicada neste domingo (18) pelo jornal Folha de S. Paulo conta que, em abril deste ano, Dilma reservou uma suíte no hotel mas, no último minuto, resolveu se hospedar na casa do embaixador do Brasil na ONU, Antonio Patriota, a convite dele. A desistência da petista custou ao governo brasileiro cerca de US$ 60 mil. O crédito será usado agora pelo presidente Temer.

Nesta segunda-feira (19), Temer fará um discurso sobre a crise de refugiados no mundo, em uma reunião de alto nível convocada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon. Na terça, deverá tratar do cenário econômico mundial, do programa de concessões lançado pelo seu governo, de mudanças climáticas e de uma reforma das Nações Unidas, durante seu discurso na Assembleia Geral da ONU.

Já na quarta-feira (21), Temer participa de encontro entre os países que assinaram o acordo de Paris sobre mudança climática, quando deverá ratificar a adesão brasileira. Em sua agenda nos Estados Unidos, o presidente terá ainda encontros bilaterais com os presidentes do Uruguai, Tabaré Vázquez, de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e da Nigéria, Muhammadu Buhari.

Leia AQUI a íntegra da matéria do jornal Folha de S. Paulo.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2cBWEk6