Números

Petrobras consegue mais de US$ 5 bi em venda de gasoduto

Um consórcio liderado pela empresa canadense Brookfield  chegou a um acordo com a Petrobras para pagar cerca de US$ 5,2 bilhões por 90% de um gasoduto da estatal. A unidade é a  Nova Transportadora Sudeste, que tem aproximadamente 2,5 mil quilômetros de gasodutos no Sudeste do Brasil. Para o deputado federal Domingos Sávio (PSDB-MG), a ação é fundamental para recuperação da empresa.

23 de setembro de 2016

Um consórcio liderado pela empresa canadense Brookfield  chegou a um acordo com a Petrobras para pagar cerca de US$ 5,2 bilhões por 90% de um gasoduto da estatal. A unidade é a  Nova Transportadora Sudeste, que tem aproximadamente 2,5 mil quilômetros de gasodutos no Sudeste do Brasil. Para o deputado federal Domingos Sávio (PSDB-MG), a ação é fundamental para recuperação da empresa.

“Com o o governo do PT, ela [Petrobras] passou a ser motivo de tristeza quando vimos que ela foi saqueada. A recuperação da Petrobras passa por dois aspectos fundamentais: o primeiro, a moralização. Pela diretoria que haja transparência, com responsabilidade para que o dinheiro público seja tratado como deve ser tratado. Com respeito, com honestidade. Agora, ao lado disso, é fundamental em uma grande empresa como ela, que haja competência para tomar as decisões certas”, afirmou o tucano.

A estatal busca a venda de ativos para abater parte de sua enorme dívida – que já se aproxima de R$ 400 bilhões. O deputado Domingos Sávio defende a venda de gasodutos e a aprovação de medidas como a lei do pré-sal, que acaba com a obrigatoriedade da Petrobras participar da exploração de petróleo nessa camada.

“A questão do pré-sal é muito clara. Aí já não é nem a Petrobras apenas, é o país. O povo brasileiro tem que estar atento. Porque essa é a tática do PT. Mentir, além da roubalheira que fizeram. A mentira é a principal arma do PT para se perpetuar no poder e com relação ao pré-sal, eles insistem na mentira de que, se mudar a lei do pré-sal vai tá tirando dinheiro, ou vai tá vendendo a soberania nacional”, destacou o parlamentar.

A conclusão da transação está sujeita à aprovação da Assembleia Geral da Petrobras e a determinadas condições precedentes usuais, incluindo a aprovação pelos órgãos reguladores competentes. A Brookfield é uma das maiores gestoras de ativos do mundo, com mais de US$ 200 bilhões sob administração e vasta experiência em ativos de infraestrutura e energia.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2cXisaF