Números

Preço dos combustíveis será reduzido com abertura do mercado de refino, prevê diretor da Petrobras

O diretor de refino e gás da Petrobras, Jorge Celestino, afirmou, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, que a venda de participações em refinarias a empresas privadas trará mais competitividade para o setor, o que vai baratear o preço dos combustíveis no país. A medida é o principal ponto do novo plano de negócios da empresa, anunciado na última semana. “O mercado sempre vai buscar o melhor preço. A melhor alternativa econômica é aquela do mercado”, destacou Celestino.

25 de setembro de 2016

O diretor de refino e gás da Petrobras, Jorge Celestino, afirmou, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, que a venda de participações em refinarias a empresas privadas trará mais competitividade para o setor, o que vai baratear o preço dos combustíveis no país. A medida é o principal ponto do novo plano de negócios da empresa, anunciado na última semana.

“O mercado sempre vai buscar o melhor preço. A melhor alternativa econômica é aquela do mercado”, destacou Celestino. A venda de participações no mercado de refino é parte do plano de venda de ativas da estatal, que prevê arrecadar US$ 19,5 bilhões nos próximos anos. A reportagem da Folha destaca que a competição com a Petrobras, que detém o monopólio do refino no Brasil, é vista por especialistas como o maior obstáculo aos investimentos no setor.

Celestino também revelou que a Petrobras acabará com os subsídios, responsáveis por elevar ainda mais as dívidas da petrolífera durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff. “A gente não pode fazer isso. Não se esqueça de que quem compra ação dessa companhia é fundo de pensão, é o dinheiro da sociedade que está aqui dentro”, salientou o diretor.

Clique aqui para ler a matéria da Folha.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/2dcRIzH