Números

Setor de serviços registra maior queda para maio desde 2012

A crise econômica instalada pela presidente afastada Dilma Rousseff levou o setor de serviços a recuar 6,1% em maio deste ano – a maior queda da série histórica, iniciada em 2012, para o mês. Dados divulgados nesta quarta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que o setor já acumula queda de 5,1% neste ano e 4,8% nos últimos 12 meses. Entre os estados que apresentaram os piores resultados estão Amapá (-17,1%), Bahia (-12,7%) e Paraíba (-12,6%).

13 de julho de 2016

A crise econômica instalada pela presidente afastada Dilma Rousseff levou o setor de serviços a recuar 6,1% em maio deste ano – a maior queda da série histórica, iniciada em 2012, para o mês. Dados divulgados nesta quarta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que o setor já acumula queda de 5,1% neste ano e 4,8% nos últimos 12 meses. Entre os estados que apresentaram os piores resultados estão Amapá (-17,1%), Bahia (-12,7%) e Paraíba (-12,6%).

De acordo com matéria do site G1 desta quarta-feira (13), o setor de transportes foi o que mais influenciou a queda do indicador anual, com recuo de 9,1%. Também pesou o comportamento de serviços profissionais, administrativos e complementares, com retração de 7,8% em relação a 2015. Alem disso, os serviços prestados às famílias recuaram 7% e foi registrada forte queda nas atividades turísticas, de 8,9%.

Clique aqui para ler a íntegra da matéria.

Fonte: Site do PSDB

Link para ler no original: http://bit.ly/29yVbYA